Gente querida do Caros Ouvintes

Em meados da década de 1970, quando atuava como locutor principal da Sonima, grande produtora de jingles na época, tinha contato frequente com Elis Regina que visitava a Sonima regularmente para encontrar o marido César Camargo Mariano, que lá atuava como arranjador. Por Odemar Costa

O sorriso e a simpatia de Elis Regina

O sorriso e a simpatia de Elis Regina

Convidado para produzir uma foto de Elis para capa do programa de seu show Falso Brilhante aproveitei o ensejo e fiz um ensaio fotográfico com ela. Foi no estúdio Vice-Versa, de meus amigos Luiz Botelho e Rogério Duprat, na tarde em que Elis gravaria Fascinação. Disse a ela: Elis, agora que sua foto foi feita, vou queimar um filme com você a título de ensaio.

Descontraída e esbanjando cordialidade e simpatia diante de minha Nikon, Elis foi clicada 36 vezes em poucos minutos. Disso resultaram umas 20 fotos notáveis. Em parceria com os filhos dela e com os meus que são produtores gráficos e podem produzir as ampliações e painéis, espero mostrar ao público, em 2009, esse material maravilhoso da fantástica cantora gaúcha e brasileira. Segue um tira gosto da exposição que planejo realizar.

 

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *