Golpe de 64 é tema de mostra de Cinema

A Mostra de Cinema Marcas da Memória acontecerá entre os dias 7 e 9 de abril na Unisul no campus Grande Florianópolis – Pedra Branca, com apresentação de documentários sobre a ditadura. Os filmes, que fazem parte do projeto “Marcas da Memória”, são dedicados à memória e à reflexão crítica sobre os regimes de exceção vividos na América do Sul, em especial no Brasil e seus reflexos no presente. O evento terá entrada gratuita e será aberto ao público.

Saiba mais sobre o golpe de 64

Há 51 anos as Forças Armadas do Brasil tomaram o poder do presidente João Goulart, também conhecido como Jango e passaram a exercer um regime militar. O golpe aconteceu no dia 1º de abril de 1964 e durou até 1985. A educação foi um dos instrumentos utilizados para instalar um projeto conservador e autoritário baseado em atos institucionais. Entre as principais justificativas pelo ato estava o receio de que o socialismo fosse implantado. Durante o período houve uma série de repressões ao povo. Não era permitido movimentos sociais, manifestações de oposição e os meios de comunicação passaram a ser censurados. Entre os atos que ficaram mais conhecidos foram o uso de métodos violentos, como tortura e o milagre econômico. Houve um forte crescimento da economia devido aos altos investimentos em infraestrutura, todavia isso resultou em um aumento da dívida externa.
Veja a programação completa:

Campus Grande Florianópolis

7/4 – Terça-feira
Das 19h às 22h | Auditório Bloco C
Documentário: “Retratos de Identificação”

8/4 – Quarta-feira
Das 19 às 22h | Auditório do Bloco C
Documentário: “Repare Bem”

9/4 – Quinta-feira
Das 19h às 22h | Auditório do Bloco C
Documentário: “Eu me lembro”

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *