Governo libera 25 canais para consulta pública da migração AM-FM

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) abriu ontem (2) uma consulta pública para receber as contribuições para alteração do plano básico de FM em algumas cidades brasileiras.

Canais analisados poderão ser extintos, já que não estão sendo utilizados. A consulta pode beneficiar diretamente a migração AM-FM no processo de acomodação de rádios entre 88.1 FM e 107.9 FM.

A consulta pública adapta as outorgas de rádio AM das emissoras que solicitaram a migração para o FM. Ao todo, serão 25 canais, espalhados por cinco estados: Ceará (14), Paraná (5), Santa Catarina (3), Rio Grande do Sul (2) e Mato Grosso do Sul (1).

As sugestões devem ser devidamente identificadas e encaminhadas por meio de formulário eletrônico do Sistema Interativo de Acompanhamento de Consulta Pública. As análises estão disponíveis no site da Anatel www.anatel.gov.br até as 24h do dia 15 de julho.

O diretor de Rádio da ABERT André Cintra acredita que os novos critérios do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) que permitem a exclusão dos canais vagos e o remanejamento das estações de rádios comunitárias tornem o processo de migração mais efetivo e ágil.

“Com essas facilidades adotadas agora no MCTIC, a viabilidade de canais FM na faixa atual será maior, possibilitando que muitas rádios migrem sem a necessidade de esperar a faixa estendida de FM. Isso é muito importante, já que existem muitas emissoras aptas para migrar, dependendo apenas do canal de FM,” afirma Cintra.

(Fonte: tudoradio, 03/07/2018)

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *