Grupo Armação apresenta Édio Nunes em Eu Confesso!

Consagrado pelo sucesso de mais de trinta apresentações, Édio Nunes interpreta às 20 horas de sexta e sábado, 10 e 11/07 o monólogo de Antônio Cunha, Eu Confesso.

Peixoto e Édio Nunes

A grande força do texto de Antônio Cunha, na opinião dos críticos Marco Vasques e Rubens Cunha, curadores da Revista Osíris,  é que “ele está profundamente conectado com o presente, toda sua força cômica e irônica se dá porque é um texto que critica acidamente a atualidade política e social, não apenas brasileira, mas do mundo ocidental”. E finalizam: “A montagem do Grupo Armação é precisa, justa. Não há excessos”.

Já Neyde Coelho, diretora geral da Ópera de Santa Catarina, diz “Eu fui e recomendo a todos! Um grande texto que por si só seria suficiente para nos emocionar, admirável sobre tudo pela ousadia do tema da Criação. O espetáculo possui força dramática com pitadas de fina ironia”.

Para Carmen Fossari, diretora, atriz e produtora teatral, Eu Confesso é “Um teatro onde vislumbramos a maturidade de teatro catarinense. (…) Um espetáculo quase singelo, desprovido de complexidades que a gente do teatro tanto gosta. E no entanto nos toma a atenção e nos enche de emoção. Leva o público a pensar e com a emoção que os grandes atores são mestres em nos atingir e roubar-nos o fôlego”.

Na conversa que gravamos Édio mostra dois momentos de sua interpretação do texto de Antônio Cunha e George Peixoto acrescenta comentários entusiasmados sobre a emoção vivida pelas repetidas vezes em que saboreou a magia de um espetáculo incomparavelmente gratificante na singeleza de sua simplicidade.

Agende-se:

Casa do Teatro, Praça XV de Novembro, 344 |Dias 10 (Sexta-feira) e 11 de julho (sábado) | Começa às 20 horas e termina às 21 horas | Inteira: R$ 20,00 / Meia: R$ 10,00 | Reservas: (48) 9923 4805 e (48) 8404 4118 | A capacidade do teatro é de 40 lugares. Foto: AS/Caros Ouvintes

Apoio: Prêmio Elisabete Enderle | Funcultural | FCC | Governo do Estado SC

O ator Édio Nunes foi agraciado com a medalha Waldir Brazil, como Personalidade das Artes Cênicas do ano de 2014, concedida pela Academia Catarinense de Letras e Artes-ACLA, por seu trabalho em EU CONFESSO.

Ouça a Entrevista de Antunes Severo com Édio Nunes e George Peixoto

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *