Grupo RBS festeja seus 30 anos em Santa Catarina

No fim da década de 1970, Nelson Sirotsky recebeu a tarefa de implantar as operações da RBS TV em Santa Catarina e em 1º de maio de 1979, inaugura em Florianópolis a TV Catarinense sob a campanha “Santa Catarina, Meu Amor”.Entre os profissionais contratados, a maioria era catarinense. Como não havia ainda curso de jornalismo no Estado, a empresa recrutou alunos da Escola Técnica de Florianópolis para estagiar na TV Gaúcha, em Porto Alegre. Talentos da terra começaram a brilhar na telinha e na retaguarda técnica.

Para seu crescimento, o Grupo RBS fixou-se na formação de uma rede regional de televisão, a partir de emissoras de TV locais. Ainda em 1979, a TV Santa Catarina, de Joinville, integrou-se ao Grupo RBS. Nos anos seguintes, uniram-se a TV Coligadas, de Blumenau, a TV Chapecó, de Chapecó, a TV Criciúma, de Criciúma e, mais recentemente, em 2005, a TV Centro-Oeste, com operações em Joaçaba e em Lages.

Conselheiro do Grupo RBS, Pedro Sirotsky participou desta trajetória como vice-presidente em Santa Catarina e relembra o período.

— Sei o quão importante foi e tem sido o papel do Grupo RBS em todos estes fatos. Tenho orgulho de ter acompanhado os primeiros passos desta aventura, bem como de assistir ao reconhecimento do povo de Santa Catarina à trajetória de nossa empresa nestes 30 anos — diz.

Sete anos depois da primeira experiência em comunicação em Santa Catarina, a empresa apostou no lançamento de um novo veículo. Em 5 de maio de 1986 chegava às bancas um jornal como os catarinenses nunca haviam visto. Além do formato tabloide, o Diário Catarinense era o primeiro jornal informatizado da América Latina. E ainda tinha fotos coloridas, recurso até então inédito.

O DC foi último projeto idealizado pelo fundador do Grupo RBS, Maurício Sirotsky Sobrinho, que morreu em 24 de março de 1986. Seu irmão, Jayme Sirotsky, que atuava como executivo no Grupo, assumiu a presidência da empresa.

Guiado pela tarefa de integrar as pessoas e suas comunidades ao mundo, o Grupo RBS incorporou os tradicionais Jornal de Santa Catarina, de Blumenau, e A Notícia, de Joinville. E lançou o jornal Hora de Santa Catarina, destinado a uma parcela maior da população, com preço e enfoque editorial especiais.

A expansão do Grupo RBS na área de comunicação abrangeu todas as mídias, entre elas, o rádio. Sérgio Sirotsky, hoje conselheiro do grupo, está há 23 anos em Santa Catarina — de seus 27 anos de empresa. Chegou em 1986, para ser o coordenador das rádios FM.

— Santa Catarina nos ensinou a ser diferentes. Aqui somos mais descentralizados que os nossos vizinhos. Vivemos uma diversidade que nos proporciona um dia-a-dia que mais parece aventura do que rotina. Aqui aprendemos a nos superar — declara Sérgio.

Quando registrou na carteira de trabalho, em 31 de agosto de 1957, a condição de diretor da Rádio Gaúcha, em Porto Alegre, o radialista Maurício Sirotsky Sobrinho iniciava uma obra que hoje está presente em todas as mídias. Uma empresa de comunicação que lidera em todos os setores nos quais atua, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

— Começamos com um canal de televisão e hoje somos uma completa plataforma multimídia, com rádios, jornais, televisão e portais de internet líderes em seus segmentos. Três décadas representam uma geração inteira que cresceu nos lendo, ouvindo e assistindo — afirma Marcos Barboza, diretor-geral e institucional do Grupo RBS em Santa Catarina.

“É com imenso prazer que fazemos este contato pela vez primeira com essa gente extraordinária de Santa Catarina… Tudo o que for feito nesta casa será visando o desenvolvimento de Santa Catarina, será voltado para o bem-estar da família catarinense. Este canal de televisão será um instrumento de aproximação, um intrumento de união, um instrumento de agregação”.

Ouça trecho da saudação de Maurício Sirotsky Sobrinho no ato de inauguração da RBS TV, em Florianópolis.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *