HB 151: instala-se o Distrito de Paz em Blumenau

Por ocasião do fechamento do negócio com o governo imperial a colônia já era Distrito de Paz. Estava nessa categoria desde seis de agosto de mil oitocentos e cinqüenta e oito, por conta da Lei número 461 d o Governo Provincial. Foi esse o ano de criação do município de Itajaí, ao qual a colônia passou a pertencer. Antes era agregada à Câmara de Porto Belo, a que sempre estivera sujeita, para desconforto dos seus habitantes em função da distância e das dificuldades de acesso a que se obrigavam para cumprimento das obrigações fiscais e legais. Mesmo assim, o Distrito só pode ser instalado no ano de mil oitocentos e sessenta e um. De qualquer forma, isso representou ganho de tempo e maiores facilidades para os moradores. Era muito mais prática a ida a Itajaí, com cuja vila a colônia já mantinha intercâmbio comercial, do que demandar à sua antiga se de comarca.

Dr. Blumenau estava feliz como Diretor da colônia. Percebendo vencimentos anuais de quatro contos de réis na sua condição de funcionário público, tinha sob às ordens um secretário e um agrimensor, também pagos pelos cofres nacionais.

Com verbas previamente consignadas para os serviços coloniais, assim como para a instalação e o sustento dos imigrantes, podia dedicar-se com maior tranqüilidade à execução dos seus planos, nada tímidos./ Novo alento, entusiasmo, energias renovadas e uma fé inabalável na vitória do ideal que o trouxera para o Brasil faziam-no ainda mais dedicado ao trabalho do que no tempo de proprietário de tudo aquilo. Longe de se deixar embalar pelas facilidades como funcionário público, produzia muito mais. Observava, fielmente, as instruções que ele mesmo redigira e o governo aprovara, redobrou a atividade, fazendo mais do que devia e – não raro – mais do que podia.

A seguir: a figura do Dr. Blumenau destaca-se como nunca.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *