História da Radiodifusão

A primeira cidade brasileira a fazer uma transmissão radiofônica foi Recife, em 1919. Porém, as primeiras experiências oficiais foram feitas no Rio de Janeiro, em 1922, como parte das comemorações da Independência do Brasil. Em 1923, foi fundada a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, por Roquette-Pinto e Henry Morize, que transmitia conteúdos educacionais.

radio

O Dia Nacional da Radiodifusão é comemorado em 25 de setembro, em homenagem a data do nascimento de Edgar Roquette-Pinto, o “Pai” do rádio. Segundo a Unesco, o rádio atinge 95% de todos os segmentos de público em todo o mundo. Nos países em desenvolvimento, mais de 75% dos lares têm um aparelho de rádio.

Confira a trajetória do Rádio no mundo:

1887 – Henrich Rudolph Hertz descobre as ondas de rádio.

1893 – Padre Roberto Landell de Moura, faz a primeira transmissão de palavra falada, sem fios, através de ondas eletromagnéticas, em São Paulo.

1896 – Gluglielmo Marconi realiza na Itália, experiências semelhante e requer reconhecimento oficial.

1922 – Primeira transmissão radiofônica oficial brasileira, no dia 7 de setembro de 1922, no Rio de Janeiro.

1923 – Roquette-Pinto e Henrique Morize fundam a primeira emissora do Brasil: Rádio Sociedade do Rio de Janeiro.

1923 – É feita a primeira transmissão de rádio em cadeia no mundo, envolvendo a WEAF e a WNAC, de Boston.

1924 – No dia 30 de novembro é criada a Sociedade Rádio Educadora Paulista – PRA-E.

1926 – John Baird realiza as primeiras transmissões de imagens.

1929 – O radioamador João Medeiros Júnior, nascido em Florianópolis/SC, inicia experiências de transmissão de música na cidade de Blumenau/SC no mês de setembro.

1931 – É fundada a PRB 9 – Rádio Record de São Paulo.

No início dos anos 30 o Brasil já tinha 29 emissoras de rádio, transmitindo óperas, músicas e textos instrutivos.

1932 – O Governo de Getúlio Vragas autoriza a publicidade em rádio.

Ademar Casé estréia seu programa na Rádio Philips. Casé (avô da atriz Regina Casé) criou o 1º jingle do rádio brasileiro: “Oh! Padeiro desta rua/Tenha sempre na lembrança/Não me traga outro pão/Que não seja o pão Bragança…”

1933 – O americano Edwing Armstrong demonstra o sistema FM para os executivos da RCA.

1934 – Criada a Rádio Difusora, apelidada de “Som de Cristal”, onde surge o termo “radialista”, inventado por Nicolau Tuma.

1935 – Acontece na Alemanha, a primeira emissão oficial de TV.

Assis Chateaubriand inaugura em 25 de setembro a PRG-3, Rádio Tupi do RJ.

1936 – Em Londres é inaugurada a estação de TV da BBC.

1936 – Ao som de “Luar do Sertão”, às 21 horas do dia 12 de setembro, ouvia-se: “Alô, alô Brasil! Aqui fala a Rádio Nacional do Rio de Janeiro!”. Surge a PRE-8, adquirida por apenas 50 contos de réis da Rádio Philips.

O ano de 1936 marca também a estréia no rádio de Ary Barroso . Um polêmico narrador esportivo que tocava gaita quando narrava os gols. Tornou-se uma das mais importantes figuras do Rádio. Começou na Rádio Cruzeiro do Sul, do Rio de Janeiro. Apresentador de vários programas de sucesso e compositor da música “Aquarela do Brasil”, entre outras.

1938 – Início da televisão na Rússia

No dia das bruxas, a rádio americana CBS, apresenta o programa “A Guerra dos Mundos”, com Orson Welles, que simula uma invasão de marcianos aos Estados Unidos. O realismo era tamanho que uma onda de pânico tomou conta do País. O locutor anunciava: “Atenção senhoras e senhores ouvintes… os marcianos estão invadindo a Terra…”. A emissora teve que interromper a transmissão tamanha foi a confusão.

Também em 1938 acontece a primeira transmissão esportiva em rede nacional no Brasil, na Copa de 38, por Leonardo Gagliano Neto, da Rádio Clube do Brasil do RJ.

1939 – O americano Edwin Armstrong inicia operação da primeira FM em Alpine, New Jersey.

Almirante (“a maior patente do rádio!”) chamava-se Henrique Foréis Domingues. Fez sucesso nas décadas de 30 e 40. Criou o primeiro programa de auditório do rádio barsileiro, chamado “Caixa de Perguntas”. Em 1939, na Rádio Nacional.

1941 – Em 12 de julho, começa a transmissão da primeira rádio novela do País, que foi apresentada durante cerca de três anos, pela PRE-8, Rádio Nacional do RJ. Era a novela “Em Busca da Felicidade” . A seguir foi a vez de “O Direito de Nascer”.

Na década de 40 entra no ar o primeiro jornal falado do rádio brasileiro: o “Grande Jornal Falado Tupi”, de São Paulo.

Surge o noticiário mais importante do rádio brasileir: o “Repórter Esso”. A primeira transmissão aconteceu às 12h45min do dia 28 de agosto de 1941, quando a voz de Romeu Fernandez anunciou o ataque de aviões da Alemanha à Normandia, durante a 2ª Guerra Mundial. O gaúcho Heron Domingues marcou a história do rádio apresentando durante anos o “Repórter Esso”. Em São Paulo a transmissão era feita pela Record PRB-9.

O humorista Chico Anysio começou no rádio, na década de 40, produzindo e apresentando programas, entre eles o “Rua da Alegria”, na Rádio Tupi do Rio de Janeiro.

1942 – Abelardo Barbosa (Chacrinha) surgiu no final dos anos 30, na PRA-8 Rádio Clube de Pernambuco. Em 1942 ele foi para a Rádio Difusora Fluminense. A partir de então ficou conhecido como Chacrinha, pois a emissora ficava numa chácara em Niterói. É criado o “Cassino do Chacrinha”. Em 1959 o “Velho Guerreiro” estréia na Televisão.

1946 – Surgem os gravadores de fita magnética, dando maior agilidade ao rádio.

1948 – Na Rádio Nacional faz sucesso o programa “Balança mas não cai”.

Num dia 1º de abril, em algum ano próximo à Copa de 1950, o locutor esportivo Geraldo José de Almeida, da Rádio Record, irradia um jogo inteiro do time do São Paulo, que estava excursionando pela Europa. No final da partida um resultado que chocou os torcedores: o São Paulo havia perdido por 7 X 0. No dia seguinte a Rádio Record anuncia que tudo não passou de uma farsa. O jogo nem tinha acontecido. Era brinacadeira do dia da mentira.

1950 – A TV BBC de Londres realiza a primeira transmissão de imagens para além do Canal da Mancha.

1950 – É inaugurada oficialmente a primeira emissora de televisão brasileira: TV Tupi de São Paulo, no dia 18 de setembro.

1951 – É inaugurada a TV Tupi do Rio de Janeiro.

1953 – A cantora Emilinha Borba, que começou na Rádio Cruzeiro do Sul, foi consagrada a “Rainha do Rádio”, na Rádio Nacional, em 1953.

1954 – Inventada em 1940 por Peter Goldmark a TV a cores entra em funcionamento..

1962 – Primeira transmissão via satélite.

1962 – Em 27 de novembro, é criada a Associação Brasileira de Rádio e Televisão – ABERT.

1965 – O Brasil é integrado no Sistema Intelsat.

1965 – Inauguração do MIS – Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro.

1967 – Criado no dia 25 de fevereiro o Ministério das Comunicações.

(Com informações de Portal Ternura FM e Radio Difusão e Negócios e acervo Caros Ouvintes| Veja também www.fazano.pro.br )

2 respostas
  1. Newton C Braga says:

    Poderia acrescentar quando foi criado e usado o gravador de fio, muito anterior ao de fita. Creio que seria interessante.

  2. Antunes Severo says:

    Caro Newton,
    bem-vindo ao Instituto Caros Ouvintes.
    Podes começar pelo site http://www.fazano.pro.br/index.html
    Ele dá um banho de informação bem distribuida e de fácil acesso.
    Onde ele mostra a Cronologia de eventos relacionados com a evolução da rádio eletricidade
    desde 540 A.C. e vem até o ano 2000.
    Depois, você está convidado/desafiado a escrever um artigo sobre as suas pesquisas e seu campo de interesse.
    Grato.

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *