História das radionovelas na capital: o fim de uma era

Com os momentos mais marcantes das produções de radionovelas em Florianópolis, o radiodocumentário produzido pela ex-aluna do curso de jornalismo da UFSC Nathan Manfroi A produção de radionovelas em Florianópolis conta neste seu último capítulo como essas produções pararam de ser apresentadas aqui na capital catarinense.

[Luize Ribas*]

Confira quais são as principais características das radionovelas, como por exemplo, os temas que envolviam as tramas e como era a recepção dos ouvintes, além de algumas gafes que aconteciam ao vivo. Para contar essa história e lembrar de como era fazer parte dela, o radiodocumentário tem as declarações da radioatriz Alda Jacintho, do diretor Aldo Silva, do escritor e radioator Gustavo Neves Filho e também de alguns ouvintes que apreciavam essas grandes produções.

As radionovelas deixaram saudades no público e em quem fazia, através da voz, a imaginação de seus ouvintes aflorar. Mesmo com tantas tecnologias, as radionovelas ainda são motivo de curiosidade, não é mesmo? Então você pode conferir esse e os dois primeiros capítulos desse radiodocumentário para saber mais sobre o assunto e ter um gostinho de como era o rádio em sua era de ouro.

A primeira parte do Programa destacou a produção de radionovelas na Rádio Guarujá, primeira emissora da capital a exibir esses programas.

No segundo capítulo a produção na Rádio Diário da Manhã, emissora que deu continuidade a essas produções.

Texto: Luize Ribas, aluna da 3ª fase do curso de Jornalismo da UFSC e bolsista do projeto de extensão “Museu do Rádio de Santa Catarina”.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *