História de Blumenau – 47

Em 20 de setembro de 1868 foi colocada a pedra fundamental da igreja católica, com a repercussão que haveria de se esperar junto à população da colônia Blumenau. No dia vinte e três foi a vez da pedra fundamental da igreja protestante, em meio a todo o entusiasmo e emoção dos seguidores dessa religião. Dava-se, assim, importante passo para organização da vida religiosa de todos os habitantes da colônia.

O Pastor Oswaldo Hesse continuava na orientação religiosa dos protestantes, enquanto o Padre Antônio Zielinski assistia aos católicos, em substituição ao Padre Gattone. Foram acontecimentos bastante festejados na comunidade.

Nesse mesmo ano aumentou significativamente a imigração. Entraram mil seiscentos e oitenta e seis imigrantes, vindos diretamente de Hamburgo, elevando para cinco mil, cento e vinte e seis o número de habitantes da povoação. Tal aumento obrigou o governo a mandar para a colônia uma comissão de engenheiros e agrimensores. Sua missão era acelerar a instalação definitiva dos recém-chegados, de tal sorte a evitar quaisquer aborrecimentos que pudessem depor contra a eficiência dos serviços. O momento estava bom para a imigração e as lições do passado haviam ensinado que a boa recepção era essencial para a motivação de imigrantes em potencial.

Vinte e três de novembro de 1869 marca o regresso do Dr. Blumenau da Alemanha, onde se casara no ano anterior. Reassume a direção da colônia com entusiasmo renovado e agora frente a uma situação que muito o inspirava. Já não vivia as agruras ou alegrias daquela aventura por si ou para si mesmo. Passava a dividir todos os resultados, sucessos, insucessos, planos e estratégias com Dona Berta, talvez a testemunha mais importante do envolvimento de sua vida no empreendimento. Tinha, agora, com quem confabular e a quem confidenciar pensamentos, idéias e sentimentos que antes ficavam retidos na discrição do seu comportamento.

No próximo capítulo: Padre Antônio Zielinski durou pouco como vigário da paróquia.

Categorias: , Tags: ,

Por Vilarino Wolff

Radialista, jornalista, escritor e ator (teatro e cinema). No rádio foi comentarista político e comunitário, animador de auditório, apresentador de programas, noticiarista, narrador, locutor de comerciais e cerimonialista. Como político foi eleito para vários cargos públicos em Lages e Blumenau onde reside atualmente.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *