1º de junho, Dia Nacional da Imprensa

A data de 1º de junho, é consagrada, desde o ano 2000, por decreto federal e por iniciativa da Associação Riograndense de Imprensa, como o Dia Nacional da Imprensa.

É uma homenagem ao Correio Braziliense, considerado o primeiro jornal autenticamente brasileiro, fundado em Londres por Hipólito José da Costa há mais de 200 anos, em 1º de junho de 1808.

O primeiro número do Correio Braziliense.

O primeiro número do Correio Braziliense.

Patrono da nossa imprensa e também detentor do título de Herói da Pátria, Hipólito é gaúcho, pois nasceu, em 1774, na então gaúcha Colônia do Sacramento, hoje território uruguaio. Por questões políticas, pois estava exilado na Inglaterra e fazia oposição à Coroa Portuguesa, decidiu fundar o jornal no Exterior. O periódico, que circulou durante 14 anos, chegava ao Brasil de forma clandestina, mas teve grande influência nos destinos do país, inclusive na sua independência do domínio lusitano.

Se o Correio Braziliense representa um marco para a imprensa nacional, o mesmo significado tem para os gaúchos o Diário de Porto Alegre, o primeiro jornal a circular no Rio Grande do Sul e, por coincidência, teve início também num dia 1º de junho de 1827.

Uma página do Diário de Porto Alegre.

Uma página do Diário de Porto Alegre.

Hipólito da Costa é hoje nome do Museu de Comunicação, nosso principal acervo de material jornalístico, e também de uma rua da Capital, no morro Santa Teresa.

Por Antônio Goulart, CLICRBS, 01/06/2012

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *