HQ: ‘Homem-Aranha: A Última Caçada de Kraven’

mt‘A última Caçada de Kraven’ é considerada uma história clássica no universo das HQs, já que os personagens têm seus respectivos perfis psicológicos bem delineados, regados por conflitos perturbadores que fazem com que o leitor mergulhe de forma profunda no âmago de Peter Parker, Mary Jane, Kraven e Rattus.

A história em quadrinhos foi escrita por J.M. DeMatteis e desenhada por Mike Zeck no ano de 1987, porém suas raízes remontam alguns anos antes, como o próprio roteirista explicou: “Por volta de 1984 ou 1985, eu apresentei uma minissérie do personagem Magnum (Simon Williams, derrotado em batalha pelo seu irmão, o Ceifador, acorda num caixão, abre seu caminho até a superfície e descobre que esteve enterrado por meses) para Tom DeFalco (na época, Editor Executivo da Marvel) e ele a rejeitou de imediato. Mas havia algo naquele conceito de ‘volta do túmulo’ que não me deixava em paz”.

O roteirista não desistiu de sua ideia e mais tarde apresentou o conceito duas vezes para editora DC, como uma história do Batman, sem sucesso. Então, no final de 1986, ofereceram-lhe o título ‘O Espetacular Homem-Aranha’ para escrever, e naquele momento ele percebeu que sua grande chance havia chegado e finalmente poderia colocar em prática sua ideia sobre ‘volta do túmulo’. O resultado é que a HQ se tornou um grande sucesso de crítica e de público, estabelecendo-se como uma história de atmosfera obscura e extremamente rica em termos psicológicos.

A HQ apresenta personagens que estão longe de serem unidimensionais, tornando a história muito mais realista e crível, já que todos possuem defeitos e qualidades. Vale ressaltar que a humanização dos personagens é realizada muitas vezes através de monólogos internos, em que desvelamos pouco a pouco o interior dos personagens e ao mesmo tempo compartilhamos de seus medos, angústias, desejos, desapontamentos e tantos outros sentimentos.

O enredo concentra-se num Peter Parker perturbado e depressivo por ter tantas pessoas queridas a sua volta mortas, como por exemplo, tio Ben, Capitão Stacy, Gwen e Ned Leeds. E é justamente diante dessa profunda melancolia que um dos principais inimigos de nosso herói irá aproveitar para tentar derrotá-lo, Sergei Kravinov, mais conhecido como Kraven, o Caçador, o maior rastreador e caçador de animais do mundo. Kraven enfrentou ursos pardos, lutou com grandes primatas e até mesmo deteve elefantes, porém mesmo com todas as suas habilidades, uma presa sempre lhe escapou…o Homem-Aranha. Mas dessa vez, Kraven está mais focado do que nunca em retomar sua dignidade e fama de caçador e derrotar de uma vez por todas o aracnídeo.

hq

Kraven não é a única ameaça do Homem-Aranha, já que na cidade de Nova York há uma estranha criatura chamada Rattus devorando os habitantes. Esta quimera superpoderosa era na verdade um mendigo que acabou sendo raptado e sujeitado a diversos experimentos genéticos aterradores.

É no meio de todos esses problemas que Peter Parker deve enfrentar primeiramente seus demônios interiores, para que finalmente esteja centrado o suficiente para encarar Kraven e Rattus.

‘O Espetacular Homem-Aranha: A Última Caçada de Kraven’ é, acima de tudo, uma HQ primorosa que merece ser lida por todos que apreciam uma história com personagens bem construídos e com um enredo que prende os olhos do leitor do começo ao fim da história. Inclusive já está nas bancas e livrarias a versão com capa dura desta obra de arte, portanto é só correr para obter está que talvez seja a melhor história em quadrinhos de todos os tempos sobre o Homem-Aranha.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *