Hubble encontra galáxia a 13 bilhões de anos luz

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, qual é o objeto mais distante da Terra já descoberto pelo Telescópio Espacial Hubble?

ETHEVALDO: Milton, a NASA divulgou há poucos dias a descoberta de uma pequena galáxia localizada a mais de 13 bilhões de anos-luz da Terra.

É bom lembrar que este nosso Universo surgiu do Big Bang, há 13,8 bilhões de anos. Logo, a galáxia descoberta quando o Universo ainda estava em sua infância.

MILTON – E como a NASA descobriu essa galáxia tão distante?

ETHEVALDO: Foi através de outra galáxia gigantesca mais próxima, cuja força da gravidade produz até a curvatura dos raios de luz, um efeito previsto por Einstein, fenômeno que os astrônomos denominam de lupa cósmica ou, em inglês, cosmic magnifying glass.

A curvatura da luz funciona como uma lente de aumento e permite ao Telescópio Hubble ver objetos mais distantes situados atrás da grande galáxia.

Na realidade, devem existir centenas ou milhares dessas pequenas galáxias. A descoberta da existência dessas galáxias minúsculas permitirá que os astrônomos entendam melhor a evolução das galáxias e do próprio Universo ao longo do tempo.

MILTON – Ethevaldo, amanhã é sexta-feira, dia de falarmos sobre o futuro. Qual será o seu tema?

ETHEVALDO – Vou falar sobre o futuro da mobilidade, Milton.

MILTON – Até amanhã.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *