Iniciativa brasileira ganha prêmio de desenvolvimento da ONU

Um projeto brasileiro que promove plantas medicinais recebe prestigioso prêmio e reconhecimento internacional.

MÍDIA | Camilo Malheiros Freire, da Rádio ONU em Nova York *

Articulação Pacari

Uma rede brasileira de grupos comunitários, chamada “Articulação Pacari”, recebeu no mês passado um prêmio da ONU que prestigia ações no desenvolvimento sustentável. O prêmio foi oferecido pela “Iniciativa Equatorial”, que une a ONU a organizações, governos, sociedade civil e comerciantes com o fim de  promover a sustentabilidade. O prêmio foi oferecido a 25 projetos no mundo inteiro que demonstraram ter um verdadeiro impacto em suas comunidades. Um dos premiados, a iniciativa brasileira, “Articulação Pacari”, trabalha com plantas medicinais do cerrado nos estados de Minas Gerais, Tocantins, Maranhão e Goiás. A iniciativa funciona como uma verdadeira rede socioambiental que tem por objetivo “fortalecer as práticas tradicionais de saúde e o manejo sustentável dos recursos naturais do cerrado”.

Jaqueline Evangelista, agrônoma e representante da associação, falou de Goiás à Rádio ONU, e explicou o trabalho da “Articulação Pacari” com as organizações locais.

“É um trabalho de apoio à essas organizações, que envolve desde assessoria técnica ao registro dos conhecimentos tradicionais que são a base desse trabalho, até a influência de políticas públicas para que essa prática da medicina tradicional possa ser reconhecida social e politicamente aqui no Brasil.”

Jaqueline disse ainda que esse reconhecimento da ONU vai fortalecer o trabalho da “Articulação Pacari” em políticas públicas e ajudar a manter viva a medicina tradicional brasileira. Ela disse que a associação está orgulhosa de fazer parte de uma comunidade internacional que “trabalha para a conservação da biodiversidade e para a melhoria da vida das pessoas”.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

Categorias: , Tags: , , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *