Jornalista Roberto Alves será homenageado no 10º Encontro da Imprensa de SC em Chapecó

“Bob” é o primeiro nome confirmado para as homenagens da Maior festa da mídia barriga-verde.

Jornalista Roberto Alves – (Foto Ricardo Wolffenbütte)

Um dos mais amados comentaristas esportivos do País, Roberto Alves completa 60 anos de profissão e será homenageado no 10º ENCONTRO DA IMPRENSA CATARINENSE, em 05 de agosto, sábado, na sede campestre da CDL, em Chapecó.

A organização é da Associação Catarinense de Imprensa (ACI) e da MB Comunicação. O evento consistirá de solenidade festiva, homenagem aos profissionais de comunicação com 50 anos de atividades (Roberto é o primeiro confirmado nessa categoria), homenagem aos 100 anos do Município de Chapecó e almoço.

Estarão reunidos, na ocasião, cerca de 600 profissionais de todo Estado. Participarão da festa jornalistas, radialistas, publicitários, relações públicas, mídias, docentes, empresários e proprietários de meios de comunicação, representando o caráter multiprofissional da ACI. A Prefeitura de Chapecó incluiu o evento na programação do Centenário do Município, festejado em 25 de agosto.

O presidente de ACI Ademir Arnon e o coordenador do Encontro Marcos Bedin informam que o quadro geral de homenageados será conhecido até o fim deste mês.

Roberto Alves nasceu em Florianópolis em 08 de março de 1941. Jornalista desde 1969, começou a carreira com menos de 16 anos como operador de som da Rádio Guarujá em 1º de abril de 1957. Lá permaneceu até 1970 quando ingressou na primeira emissora oficial de televisão de Florianópolis a Rádio e Televisão Cultura S/A com programação da Rede Tupi de televisão. Permaneceu na emissora por 28 anos galgando todos os postos chegando a diretor eleito em assembleia geral da empresa.

No Rádio, além de operador de som cursou sonoplastia na Rádio Nacional do Rio de Janeiro. Foi repórter esportivo, policial e de geral, apresentador de programas e comentarista esportivo. Comandou várias equipes de esportes do Rádio de Florianópolis, como Guarujá, Diário da Manhã, Guararema e Rádio Cultura.

Na Televisão começou, em 1970, na TV Cultura e em 1971 já era diretor de jornalismo. Foi narrador durante 25 anos, comentarista, apresentador de programas de todos os gêneros além do esportivo. Integrou quase todas as redes de televisão por conta de contratos operacionais da emissora que servia tais como Tupi, SBT, Rede OM, Rede Bandeirantes e Rede Record. Em todas comandou equipes esportivas em Santa Catarina.

Na RBS TV chegou em janeiro de 1998 e no mesmo mês já estava selecionado para a Copa do Mundo da França. Participou de seis copas do mundo e outros eventos nacionais e internacionais na empresa. Criou o programa Debate Diário na CBN no mesmo ano de 1998 que permanece no ar até hoje. Tem dois comentários diários na CBN; as 11.55 e as 18.55 diariamente além de participar das jornadas esportivas. Integra o Jornal do Almoço, Globo Esporte, e das transmissões esportivas da emissora. Em 2000 foi chamado a escrever uma coluna no jornal Diário Catarinense onde permanece até hoje.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *