Jornalista Roger Bittencourt morre atropelado em Florianópolis

O jornalista Roger Bittencourt, 49 anos, morreu após ser atropelado por um veículo quando andava de bicicleta, na manhã deste domingo, 27/12, na SC-401, em Florianópolis, próximo ao viaduto de Jurerê.  Ele pedalava no acostamento da via quando foi atingido por um veículo.

roger_2016imgresVice-presidente da Associação Catarinense de Imprensa, Roger morava em Santa Catarina há 22 anos, onde atuou como professor dos Cursos de Jornalismo da Univali (Itajaí) e da Universidade Federal de Santa Catarina e foi Secretário de Estado de Comunicação. Também é sócio-fundador da Fábrica de Comunicação.

Praticante de esportes como corrida de aventura, maratona e triatlo, ele pedalava com um grupo de treino de cinco pessoas pelo acostamento da rodovia no sentido Bairro/Centro no momento da batida. Conforme Sander Demira, presidente da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis e um dos membros da equipe, ele e o colega Jacinto Silveira iam à frente do pelotão quando foram atingidos por uma Parati de cor preta.

“O veículo rodou por cerca de trezentos metros após a batida até parar completamente, disse Sander; que conta que algumas pessoas impediram que o carro prosseguisse, tirando a chave da ignição e controlando o avanço do carro até a chegada da polícia”, diz Sander.

Moacir Pereira destacou em sua coluna no DC Online: “Profissional competente e ser humano exemplar,  (Roger)  criou a dirigiu a Fábrica de Comunicação, uma das principais empresas de assessoria e comunicação do Estado. Era um profissional muito bem relacionado com autoridades, lideranças políticas, empresariais e comunitárias. Na Associação Catarinense de Imprensa era um motivador e um excelente agregador. Nas festas, além de participar dos preparativos, atuava como animador de primeira.  Foi o que ocorreu no início de dezembro, na sede da OAB-SC, uma das mais agradáveis e prestigiadas da história da Associação Catarinense de Imprensa. Era um profissional criativo e brilhante.   Praticava e estimulava exercícios físicos. Era um apaixonado por maratonas e participou de várias competições nacionais e internacionais. Amante, também, do ciclismo”.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *