Lançamento da campanha do desligamento da TV analógica na Grande Florianópolis

Região será a primeira de Santa Catarina a contar com transmissão exclusiva de TV digital. Blumenau e Joinville vêm em seguida.

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Associação Catarinense de Rádio e Televisão (ACAERT) e a Seja Digital lançam no dia 22 de junho, às 14 horas, no Hotel Majestic, na capital, a campanha de desligamento da TV analógica na Grande Florianópolis. A partir de 31 de janeiro do ano que vem, os moradores de Florianópolis, São José, Palhoça, Biguaçu e Paulo Lopes terão transmissão de tv exclusivamente digital. Esta é a primeira etapa de migração do analógico para o digital em Santa Catarina.

No dia 05 de dezembro de 2018, será a vez de Blumenau, Joinville e Jaraguá do Sul. Nesta fase, a Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para digital da televisão aberta no Brasil, juntamente com as emissoras promovem várias ações diretas com o público, tirando dúvidas e ensinando a converter a televisão. Haverá ainda uma contagem regressiva para o final do sinal analógico com alertas durante a programação diária. O desligamento do sinal analógico no restante dos municípios catarinenses está previsto para 31 de dezembro de 2023.

Até o final do ano que vem, mais de 1300 cidades do Brasil terão o sinal analógico de TV desligado. Hoje, 45% dos domicílios brasileiros já recebem sinal digital de tv aberta, com imagem mais nítida, som de melhor qualidade e o fim de ruídos e interferência.

Acompanhe, abaixo, as principais informações:

– Quais regiões do país já são 100% digital?

Rio Verde (GO), Brasília e São Paulo.

– O que muda com a migração do analógico para o digital?

A programação das emissoras será a mesma e continua gratuita. Além da qualidade de som e imagem superiores, a TV Digital acaba com fantasmas, ruídos e interferências que existiam na TV analógica. A interatividade é outro aspecto inovador da TV Digital.

– Como fazer para pegar o sinal digital da tv?

De maneira geral, é preciso ter um conversor. Nos aparelhos de tv mais modernos, o conversor já vem embutido, bastando conectar direto na antena UHF.

– Preciso comprar uma televisão nova?

Não. Todas os televisores podem ser utilizados para assistir os canais abertos transmitidos pelo sinal digital. Porém, seu televisor pode precisar de adaptações. Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não tiver o conversor embutido, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante.

– Onde posso comprar o conversor?

Em lojas de eletroeletrônicos e na internet. Beneficiários do Bolsa Família receberão gratuitamente um kit da tv digital.

– Por que preciso de uma antena UHF?

Porque outros modelos de antena não captam o sinal digital de televisão. Sem uma antena UHF, os televisores não poderão exibir a programação dos canais abertos de televisão transmitidos pelo sinal digital.

– Quais são os tipos de antena indicados para captação do sinal digital?

De maneira geral, uma antena externa possui melhor recepção que uma interna. É aconselhável que se instale a recepção através de antena externa sempre que possível, por melhorar o nível de recepção do sinal de TV Digital.

– O que acontecerá quando o sinal analógico de TV for desligado em minha cidade?

Assim que o sinal analógico de TV for desligado, toda a programação dos canais abertos transmitidos pelo sinal analógico deixará de ser exibida. A tela de sua TV exibirá uma mensagem informando que o sinal analógico foi desligado e que a programação continua sendo exibida pelo sinal digital.

– Onde saber o cronograma de desligamento na minha cidade?

Acesse o site www.sejadigital.com.br

 

(Por Acaert)

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *