Levantamento aponta que o Brasil já é o segundo mercado em consumo de podcast no mundo


Pode não parecer, mas o Brasil já é o segundo maior mercado de consumo de podcasts no mundo. A afirmação é baseada no levantamento feito pela plataforma Podcast Stats Soundbites e foi repercutida por portais de fora, como o ZDNet.

O país fica atrás apenas dos Estados Unidos e, segundo o artigo apontado pelo portal, grandes empresas que fazem suas apostas no formato, como o Google, esperam que mercados não ingleses, como Brasil e Índia, cresçam exponencialmente nos próximos anos.

Pensando nisso, há um esforço de várias plataformas para realizarem investimentos voltados ao Brasil na área de áudio. Segundo um artigo da ZDNet, os números de consumo mensal de podcast no Spotify crescem, em média, 21% no Brasil, isso desde janeiro de 2018, segundo o próprio serviço de streaming. No mundo, o público de podcasts da empresa, que hospeda mais de 500.000 programas, aumentou 39%.

O movimento é tão grande que, em no início deste mês, o Spotify realizou um evento totalmente focado em podcasts em São Paulo. O Spotify for Podcasters Summit, ocorrido na Cinemateca Brasileira, contou com painéis, palestras e workshops com nomes importantes do mercado, que mostraram a amplitude da produção, criação e monetização de podcasts, entre outros temas.

Outra plataforma de streaming de áudio que teve crescimento expressivo no Brasil foi o Deezer, com um aumento de 40% no consumo do formato entre os usuários brasileiros em 2018.

Também chama a atenção o movimento de plataformas que nunca atuaram no Brasil. Caso já noticiado do iHeartRadio, da gigante de rádios iHeartMedia (Estados Unidos). A partir de 2020 a plataforma de podcasts do grupo contará com vários episódios em português.

De acordo com a Associação Brasileira de Podcasters, cada vez mais o formato é visto como um importante canal de mídia para empresas, onde 79% dos ouvintes de podcast o fazem enquanto viajam no trabalho, enquanto 68% o ouvem enquanto realizam tarefas domésticas. O consumo médio de podcast no Brasil é de cerca de 2 horas e 52 minutos.

Durante o evento “A força do Rádio e as novas tecnologias”, realizado na última quarta-feira (13) em São Paulo pela APP Brasil (e retransmitido pelo tudoradio.com – veja aqui), os podcasts foram destacados como uma oportunidade de ampliação do consumo de áudio e de rádio no Brasil. E mais: segundo Francisco Custódio (Agência África), não há uma tendência do podcast retirar receita do meio rádio, ou seja, a ferramenta pode ser utilizada como um complemento considerável para ampliar audiência e agregar faturamento para as emissoras.

Há uma série de investimentos voltados aos podcasts em diferentes rádios brasileiras. Os conteúdos das principais emissoras estão sendo adaptados neste formato, distribuídos por agregadores e pelas plataformas próprias das rádios brasileiras. E a tendência é de uma expansão ainda maior do consumo, já que as smart-speakers estão chegando apenas agora no Brasil.

Com informações do portal ZDNet, Podcast Stats Soundbites e PropMark

(tudoradio.com, 19/11/2019)

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *