Livro reúne compositores e escritores consagrados

“Aí por volta de 1910, não havia rádio nem televisão, e o cinema chegava ao interior do Brasil uma vez por semana, aos domingos. As notícias do mundo vinham pelo jornal (…).” Assim começa a crônica Como Comecei a Escrever de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), um dos 12 textos literários que fazem parte da publicação O Pequeno Livro das Grandes Emoções, editado pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) em parceria com o Ministério da Educação. Antes de ler a matéria ouça um trecho da música Légua Tirana na voz de Luiz Gonzaga, citada no livro por Drummond.

Na crônica, Drummond, que nasceu em Itabira do Mato Dentro, Minas Gerais, conta o início de sua trajetória pelo mundo das letras. Ele relata como aprendeu, na escola, a fazer redação, a escrever cartas, a narrar passeios e como tomou gosto pela literatura.

Em O Pequeno Livro das Grandes Emoções, os leitores jovens e adultos em processo de formação vão encontrar textos de diversos gêneros, de alta qualidade, interessantes, escritos por autores consagrados. “A obra foi organizada para agradar, incentivar e divertir os novos leitores”, diz o educador Timothy Ireland, especialista em educação da Unesco e um dos organizadores da publicação.

Contemporâneos de Drummond, os compositores Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira estão no livro, com a letra da música Légua Tirana: “Oh, que estrada mais comprida/Oh, que légua tão tirana/Ai, se eu tivesse asa/Inda hoje eu via a Ana (…)”. Luiz Gonzaga nasceu em Exu (Pernambuco), em 1912, e viveu até 1989; Humberto Teixeira nasceu em Iguatu (Ceará), em 1915, e morreu em 1979.

Poemas, contos, crônicas e letras de músicas compõem a coletânea de textos que reúne Mário Quintana, Carlos Drummond de Andrade, Paulo Mendes Campos, Clarice Lispector, Cora Rónai, Victor Giudice, Humberto Teixeira, Luiz Gonzaga, Lygia Fagundes Telles, Chico Buarque, Marina Colasanti e Cora Coralina. A obra também apresenta um pequeno perfil de cada escritor.

Com tiragem de cinco mil exemplares, o livro foi lançado durante a 6ª Conferência Internacional de Educação de Jovens e Adultos, realizada em Belém, no início deste mês. Como a obra deve integrar o Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE) em 2010, a edição será ampliada, segundo Jorge Teles, diretor de políticas da educação de jovens e adultos da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad) do Ministério da Educação. A proposta do MEC, diz Teles, é que O Pequeno Livro das Grandes Emoções integre e fortaleça o acervo literário dirigido ao público da educação de jovens e adultos por meio do Biblioteca da Escola.

ABN NEWS

Categorias: , Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *