Lourival Budal, o locutor do povão

A gente está falando de tantos cobrões do rádio que dá até vontade de ouvir o que eles faziam. No cardápio de hoje destaco outra vinheta da Seleção RC e o arquivo de um gol narrado por Lourival Budal, o locutor do povão, falecido em 1990 aos 49 anos de idade. A vinheta foi gravada no estúdio da RGE de São Paulo nos idos de 1970. A Rádio Cultura tinha a melhor equipe de esportes do Estado, onde se sobressaiam Ney Botto Guimarães, Clésio Búrigo, JB Telles, Edemar Annuseck, Pedro Lopes, Marco Antonio, Deny Reis, Humberto Mendonça, Rubens Greiffo, Eli Francisco (eu é claro) e tantos outros.

No cardápio de hoje destaco outra vinheta da Seleção RC e o arquivo de um gol narrado por Lourival Budal, o locutor do povão, falecido em 1990 aos 49 anos de idade.

A vinheta foi gravada no estúdio da RGE de São Paulo nos idos de 1970. A Rádio Cultura tinha a melhor equipe de esportes do Estado, onde se sobressaiam Ney Botto Guimarães, Clésio Búrigo, JB Telles, Edemar Annuzeck, Pedro Lopes, Marco Antonio, Deny Reis, Humberto Mendonça, Rubens Greiffo, Eli Francisco (eu é claro) e tantos outros.

O Salomão Ribas e o Osmar Ayres Teixeira estavam também por lá. O gol narrado por Lourival Budal foi num jogo disputado no Ernestão em Joinville, na década de 1980 contra o Figueirense. A vinheta foi uma produção do querido e inesquecível Zininho e do Maugéri Neto, nos estúdios da RGE. E aqui vale registrar que o mérito de podermos apresentar estes áudios cabe ao um operador de estúdio da Rádio Cultura Érico Cruz de Oliveira que guardou tudo isso, caso contrário não teríamos mais essas preciosidades. Obrigado por tudo Érico.

Para complementar as informações anteriores: O pista (repórter de campo), durante a narração é Ricardo Passos e a locução da vinheta é do famoso radialista Humberto Marçal. Bom final de semana.

25 respostas
  1. Gilmar Santos says:

    Sou Joinvilense de nascimento e Jequeano desde o dia 09/03/1976, quando vi pela primeira vez meu querido tricolor em campo. Apesar de não morar mais na cidade, essa paixão nunca morreu.
    É muito bom matar saudades do trepidante Lourival Budal. Nunca esqueço aquele ” Muuuuuuiiito boa tarde público desportista do nooooorrrrrrrrrte do estado de Santa Catarina. Esta é a Rádio Cultura de Joinville, futebol de primeira.”
    Ouvia também aos sábados pela manhã, um programa de música brasileira, dirigido por um tal de José Eli Francisco.
    Abraço nação tricolor e dias melhores para o nosso Glorioso Joinville.

  2. Aldo Mikaelli says:

    Meus amigos, o Aldo Mikaelli, da Rádio Central do Paraná nos seus 56 anos de existencia deseja saber um pouco da vida de Maugeri Neto. Seria possível ? Obrigado.

  3. NELSON RODRIGUES says:

    Cresci escutando os jogos do jec, sendo narrado pelo grande e incomparável Lourival Badul…Para mim o melhor o locutor de rádio do Brasil…Muitas saudades, só gostaria de ter mais narrações de gols do jec para houvir, pois esta eu escuto todos os dias…É simplismente fantástica…

  4. Carlos Augusto Padilha says:

    Caro Eli Francisco
    Parabens por ter lembrado de Lourival Budal.
    Só uma pequena correção, o Budal faleceu em 1987.
    Lembro bem pois a Rádio Cultura estava consternada pela perda irreparável, não só do profissional que perdera mas também do cidadão, ser humano de capacidade impar em todos sentidos,
    Cheguei na Cultura em dezembro daquele ano juntando-me a Ney Botho Guimaraes e Ismael Piper para recompormos o time de narradores da Seleção RC, sob o comando de Luiz Gonzaga Agra.
    Abraços do seu amigo Carlos Augusto Gugu Rádio Aliança Concórdia SC

  5. José Eli francisco says:

    Meu caro Gugu . Quanto tempo ! Eu tinha um papagaio que imitava tuas narrações , se lembra ? ” tá que tá …..gol do JEC ….” Pois é tú tens toda a razão . o Lourival Budal faleceu em 29.06.1987 , mesmo ano em que meu filho Roberto Eli casou segundo minha mulher (e memória de mulher não falha) . Era muito amiga da mulher do Budal – a Altair .
    Só te passo uma notícia triste , pois faleceu dia 13 de janeiro último o nosso colega Érico Cruz de Oliveira , aos 59 anos de idade , de parada cardíaca. Foi graças a ele que temos essas preciosidades para recordar . Sobre ele e notícias da minha região entre no blog http://www.radialistasc.zip.net/ Um forte abraço.

  6. José Eli francisco says:

    Meu amigo Lourival Budal Junior , como vai ?
    Gostaria que você falasse mais a respeito do teu pai – o grande narrador Lourival Alves de Budal – , principalmente das tuas entradas em campo (quando garoto acima do peso ) saudando a torcida do JEC e teu pai narrando .
    Por onde andas , amigo .
    Abraços

  7. José Eli francisco says:

    Outro que gostaria de saber notícias e falasse do seu pai é o Lino – filho do José Lino – narrador esportivo , que passou pela Rádio Cultura de Joinville nos idos de 70 e o Lino hoje com méritos comentarista da Globo (aliás , parabéns) . O José Lino , era onhecido aqui como “o repórter da camisa amarela” – muito competente .Se há esse registro , desculpe , mas passei batido , então .

  8. José Eli francisco says:

    Que ele faleceu ( o José Lino ) eu sei . Mas queria que o filho falasse dele . Eu o conheci ainda garotinho aqui em Joinville e tenho orgulho de vêlo na Globo .

  9. Antunes Severo says:

    olá Chico!
    Boa lembrança. Vamos contatar com o Cacau – Carlos Eduardo Lino.
    Enquanto isso, podes ler no Caros Ouvintes a matéria “O Narrador da Camisa Amarela”, postada no dia 18/01/2006 pelo próprio Carlos Eduardo.
    Na edição do dia 09/07/2004 a outra matéria sob o título “Murilo José”.
    Para acessar, nunca é demais lembrar, é digitar o título da matéria no mecanismo de busca que tem na capa do site, bem no topo da página (acima do logotipo, como se dizia antigamente).

  10. José Eli francisco says:

    Obrigado mestre . Ainda ontem , conversando , o Ramiro falou de você . Competente como sempre.

  11. LETICIA DE OLIVEIRA says:

    não conheço o seu lorival budal mais pelo geito que falam dele ele é um grande homem e um bom locutor

    com carinho DA NETA DE ERICO CRUZ DE OLIVEIRA

  12. Ralf Berndt says:

    Era fã do Lourival Budal, como torcedor do Jec não perdia suas narrações, hoje moro em Balneario Camboriu, mas não deixo de acompanhar o Jec, e essa maravilhosa cidade de Joinville. Gostaria se possivel receber narrações com gols do Jec, se alguém tem e pode disponibilizar. Abraços a todos!
    Eli José Francisco , tú és o cara, na nossa casa só dava SHOW DA DEZ! todas as manhãs!

  13. josé eli francisco says:

    Caro Ralf .\obrigado pelas tuas palavras .
    Em primeiro lugar quero desejar a você e a todos os seus um feliz 2011 .
    Quanto aquelas vinhetas do show das dez e os golls do Lourival Budal acho que estão disponíveis nos arquivo implacáveis do incansável Antunes Severo – fale caros ouvintes .
    Tente também – embora desatualizado o blog ; radialistaelifrancisco.com .

  14. Sandro Luciano Alberton AGra says:

    Caro Eli Francisco

    Lembrar do Budal é retornar aos bons e velhos tempos da manchester catarinense, cujo o time do JEC reinava absoluto. Lembro das tardes de domingo em que o Budal buscava meu Pai David Agra Filho em seu fusca, para abrirem a jornada esportiva, e como não podia de ser, ele sempre convidava o povão desta forma:”a torcida do floresta, e ao fundo a vinheta dizia AQUELE ABRAÇO, a torcida do Itaum, AQUELE ABRAÇO, e assim por todos os bairros de Joinville. Morreu Budal morreu o JEC.

  15. José Eli francisco says:

    Certa ocasião ele (Lourival Budal) abandonou o microfone para tirar satisfação com o árbitro que estava , na opinião dele , passando a mão no JEC , num jogo pelo campeonato catarinense . Quem assistiu a cena foi Ricardo Passos , que fazia pista .

  16. José Eli francisco says:

    “Tira esse palahaço de preto …..” gritava Lourival Budal , quando o árbitro , num lance duvidoso , penalizava o JEC – Joinville Esporte Clube – também pelo campeonato catarinense . Grande perda , sem dúvida …….. Perdemos Lourival Budal e o JEC começou a cair ….

  17. Erivelton Ricardo Canuto says:

    Caro Eli Francisco,como era bom ouvir junto ao meu pai os jogos do JEC na narração deste incomparável loucutor e torcedor Lourival Alves de Budal,Ele se emocionava, e nós ouvintes, nos emocionavamos também. Golaçoooooooo.golaçooooo,que saudade!!!!!!!!
    Força ao nosso JEC ag

  18. Sergio Coppi says:

    Ola.
    Nasci no mesmo ano que o JEC, contudo, desde menino ia ao estadio. Hoje levo meu filho de 8 anos.
    Escutar uma narração do saudoso Lourival Budal é demais.
    lembro-me como se fosse hoje, eu menino, grudado na tela do Ernestão assintindo o jogo. Isso sim era futebol..Muita saudades

  19. José Eli francisco says:

    Olá caro Sérgio .
    Meu filho Roberto e netos continuam indo ao estádio .
    É muito bom saber que passamos este amor pelo JEC aos que vem chegando …

  20. ANTONIO JOSE ZIMMERMANN says:

    OLA. AMIGOS,VEM A MINHA LEMBRANÇA DOIS EPISODIOS , QUANDO CRIANÇA SEMPRE QUE MEU PAI ME LEVAVA PARA COR TAR CABELO NO SALAO VERDE DE MEU GANDE AMIGO ORLANDO .ESTAVA SINTONIZADO COM O SCHOW DAS 10 DE JOSE ELI FRANCISCO MARCOU MUITO A VINHETA DO PROGRAMA. E OUTRO QUNDO FOI A PRESENTADO PELO MEU PAI A LOURIVAL BUDAL .FIQUE FELIZ DA VIDA POIS ACABARA DE CONHECER O NARRADO OU LOCUTOR ESPORTIVO DE VERDADE O CONTAVA DE VERDADE A HISTORIA DO JOGO E NAO COMO ESTE DE HOJE QUE CONVERSAO ASUNTOS ALHEIOS AO FUTEBOL ENQUANTO A PARTIDA ESTA EM ANDAMENTO.PERDA IRRRRRRREPARAVEL .

  21. LauroRM says:

    Lourival Budal era aquele radialista que narrava os gols do JEC é nosso, nosso, nosso, nosso?

  22. Matias Caravlho says:

    Realmemte, Lorival Budal esta em pé de igualdade com os maiores narradores esportivos do Brasil , como : Jorge Cury , Valdir Amaral , Jose Carlos Araujo, Fiori Gilhote e outros. Se tivesse trabalhado nas grandes rádios do brasil, sem duvida seria lembrado em todo o país.

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *