Luiz Carlos Prates: 50 anos navegando nas ondas do rádio

Quando Prates corrigiu “Não são 40, são 50 anos”, eu me agarrei no lugar comum e lasquei: “É uma vida, hein, Prates?”. E ele tranquilo e sereno: “uma vida vivida com alegria e muita dedicação. Sou apaixonado pelo que faço”. O diálogo, mais do que uma carta de intenções era, de fato, o meu gancho para iniciar com as perguntas. Afinal, entrevistar o colega que há tantos anos tem me entrevistado me fazia lembrar a fábula do estar pisando em ovos. Felizmente, o Prates além de um excelente entrevistador é um entrevistado que todo o foca poderia pedir a Deus.

5 respostas
  1. Josue says:

    Parabens pela entrevista Antunes Severo. E parabens Luiz Carlos Prates pela historia de amor pela vida e pelo radio. É uma satisfação imensa ouvir profissionais que fazem por amor esta “fantasia” como nós.

  2. DONATO RAMOS says:

    Amado/odiado/aplaudido/esquecido… Sei lá!
    Só falei com ele, Luiz Carlos Prates, uma vez, mas leio sempre. É ele aqui e o Paulo Martins em Cascavel, na TV Tarobá. Parece-me, até, que combinam antes de escrever qualquer coisa.
    Um só dos seus comentários (aquele que percorreu todo o mundo virtual, uns passando para os outros em centenas de blogs e sites, fez com que eu a ele dedicasse um dos meus últimos livros (19 até agora).
    Ele nunca leu porque não passa pela Livraria Catarinense, onde o livro está exposto na estante dos escritores catarinenses. Tenho telefonado, mas gente importante não atende telefonemas e nem sai às ruas por medo de sequestro relâmpago. Deixo recado mas as pessoas não se aproximam dele para dar o recado,por receio do colunista brabo, sei lá!
    Um dia, saberá que o paulista Donato Ramos lhe dedicou um livro pela sua coragem e dizer as coisas.
    Abraços!
    DONATO RAMOS – colaborador deste CAROS OUVINTES.
    [email protected]
    SOMAR EDITORA

  3. Luiz Francfort says:

    Antunes:
    Preciso agradecer Vc. por dois motivos:
    Em primeiro lugar, Vc. não deixa a historia da radiofonia e da TV cair no esquecimento, lembrando os grandes momentos desses veículos de Sta. Catarina, que eu. apesar de paulista tive a honra de ter uma pequena participação.
    Em segundo lugar, porque Vc. nos presenteia com entrevistas como a que fez com o Prates, reavivando em nossa memória aqueles bons tempos que vivi nesse estado que considero um pouco MEU !
    MUITO OBRIGADO !!!!

  4. Antunes Severo says:

    Caro Luiz, teu depoimento generoso reforça ainda mais o nosso esforço em manter acesa a luz que vocês – tu e a Regina – junto com tantos outros acenderam e nos entregaram como legado do valor de nossa profissão.

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *