Marcelo Siqueira diz que para cobrir uma final “Não precisa planejar uma coisa gigante”

O jornalista Marcelo Siqueira, hoje completamente envolvido nas coberturas esportivas, diz que para cobrir uma final “Não precisa planejar uma coisa gigante, a final é uma coisa gigante”.

marcelosiqueira

Uma paixão que começou cedo. Um amor que não foi desperdiçado. Aos 7 anos o menino Marcelo era acordado pela mãe e entregue a voz da radialista Cidinha Campos da rádio Tupi.

Com 10 ou 11 anos de idade, Marcelo entrava para o maravilhoso mundo da comunicação unindo o útil ao agradável, ou melhor, compreendendo o papel do jornalismo; uma maneira de ajudar. Marcelo começou a produzir um jornal. Ele vendia os jornais de porta em porta, nas casas, o dinheiro ia para o time que então tinha uma maneira de selecionar que garotos ganhariam as chuteiras a cada mês. Uma bela iniciativa que envolvia toda uma equipe em ajudar a comprar chuteiras para meninos que não tinham condições financeiras. (Descubra nessa entrevista como Marcelo teve lá seus benefícios com essa bela ação).

Entre a matemática e o jornalismo ganhamos esse comunicador e criador chamado Marcelo Siqueira. Criador? Entre algumas de suas criações: A Musa do Terminal.

Quem não lembra? O jornalista Marcelo Siqueira como a maioria dos jornalistas é dinâmico, e com muitas ideias. E qual o comunicador que não gosta de falar, de contar boas histórias?

Na cadeira do barbeiro continuamos ouvindo relatos e histórias de profissionais que me fazem entender melhor a cada dia que a arte da comunicação é: Escutar essas belas histórias.

http://www.carosouvintes.org.br/blog/wp-content/uploads/ENTREVISTAMARCELOSIQUEIRAPARACAROSOUVINTES.mp3

Programa Na cadeira do barbeiro. Todas as segundas feiras das 18h às 19h.
Rádio Luar FM 98,3 ou site: www.radioluar.com.br
Coordenação: Cristiano Souza e Geane Machado
Fotografia: Marcos Vinícius Pereira
Texto, produção e apresentação: Deivison Pereira

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *