Maria Alice Barreto e o mundo fascinante de Walt Disney

Bem que o título poderia ser outro. Por exemplo: Garota nascida na Ilha de Santa Catarina é a voz brasileira de Branca de Neve. Ou ainda: A Bela Adormecida de Disney revela sotaque de ilha dos Mares do Sul. E o que dizer de suas interpretações vivendo o papel de Aninha no seriado Jerônimo, o herói do sertão? Maria Alice é tudo isso e muito mais, pois apesar de pouca conhecida em sua terra natal, continua brilhando entre as estrelas mais brilhantes do Cruzeiro do Sul.

7 respostas
  1. Aguinaldo Filho says:

    Oi mano Antunes,
    Você não para de cutucar o nosso passado de rádio. Ouvir a Maria Alice contar as histórias de rádio e dublagens no Rio nos anos 60 me trouxe belas e gostosas lembranças da Rádio Nacional, da Mayrink Veiga – minha primeira estação, das dublagens na Tijuca e em Botafogo, que, como disse Maria Alice, pagavam a comida de ontem e um maço de cigarros, mas ainda assim deixaram saudades. Como ela, recentemente fiz uma dublagem no Rio e me sugeriram voltar pra lá pois eu teria muito trabalho. Idéia tentadora, mas só a viagem de ônibus do Leme a Jacarepaguá que levou três horas, a tentação passou rapidinho. Floripa e eu ganhamos. Parabéns pra Maria Alice, que continua com uma linda voz. Sugestão: vamos fazer rádio-teatro aqui mesmo na ilha? Aposto que acharemos atores suficientes para “matar a saudade”.

  2. Fal says:

    Alice, querida, que voz você tem. Que coisa mais linda que você é.
    Antunes, querido, todo, todo, todo o carinho aqui de casa para você.

  3. Maria Alice says:

    Aguinaldo, obrigada, acho que não conheço você mas ade conhecer. Venha me visitar. Qto a fazer novelinhas em rádio, algumas pessoas (mais velhas) acham que seria uma boa mas eu, com a experiência que tive por duas ocasiões, ambas no Rio, creio que não daria certo: vc não mata, você sente mais saudades pq as pessoas continuam as mesmas mas fazem tudo para parecerem modernas e novela de rádio é passado. E depois… em que rádio?

  4. Maria Alice says:

    Quem patrocinaria? Difícil, meu caro. Porém, se alguem se diapuzer, tou às ordens.
    Abraços.

    Fal, amada, você é a criatura mais doce, mais amiga, mais inteligente, mais adorável, mais “tuda de bom” que encontrei ultimamente. Eu te amo de todo coração.
    Brigada, minha querida.

    Severo, amigão de tantos e tantos anos. Nunca trabalhamos juntos pq quando você chegou em Florianopolis eu já tinha “fugido” pro Rio. Mas você, junto com o Rozendo Lima, sempre me prestigiaram quando eu vinha de férias e continua, após todos esses anos, a me dar a atenção e o prestígio que uma senhora de 77 anos precisa pra se sentir viva e ainda útil na vida.
    Obrigada, meu querido
    Beijos pra você e pra Pretinha.

  5. alexandrino barreto neto says:

    Caros ouvintes,Acompanhar por muitas vezes minha irmã aos estudios das Rádios Guarujá,Diário, e no Rio, Rádio Nacional a oporunidade em conviver com Ícones da dramaturgia radiofônica brasileira foram momentos inesqueciveis Lá como aqui,artistas que sem dúvida marcaram e deixaram gravados os nomes para sempre na história cultural de um país tão carente em recuperar e resgatar nomes e fatos .
    Parabens é muito pouco para voces do Caros Ouvintes, parabens á voce Antunes,que tua luz continue brilhando.Um grande abraço do amigo Abarretoneto.

  6. Antunes Severo says:

    Querida Maria Alice,
    uma das melhores coisas da vida é quando a gente encontra valores que enriquecem e encantam os nossos dias. E você, é uma dessas pessoas especialíssimas a quem muito devemos pelo que você foi e continua sendo na comunicação do Brasil. A Pretinha agradece e retribiu o teu carinho. Bjo.
    Em tempo: o Aguinaldo está certo. Precisamos nos reunir para “parlamenatr” e decidir.

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *