Mario Motta: o Senhor Responsabilidade Social do Rádio de Florianópolis

Não me agrada fazer lista dos melhores profissionais de uma determinada área da comunicação. O radio é feito com materiais tão individuais, tão íntimos, que essas listas de melhores que envolvem comparações acabam sendo sempre simplificações arbitrárias.

mario-motta-slider

 

Mas, pretendo abrir uma exceção: Mário Motta.  Ele, pelo seu trabalho primoroso na Rádio CBN Diário, na minha visão, faz jus ao título que inventei de Senhor Responsabilidade Social do Rádio de Florianópolis.

Mário Motta, o Marinho ou Motinha para os muitos amigos e familiares, nasceu em 1952 em Santo André, São Paulo.

Dedicou mais de 40 anos ao Rádio e está em Santa Catarina há 32 anos, mais da metade de sua vida. Mário Motta tem a comunicação no sangue. Passou a infância e adolescência viajando pelo Estado de São Paulo no Circo-Teatro de seus pais que formavam a dupla sertaneja Motinha e Nhá Fia. Mário Motta, vejam só, chegou a ser até palhaço de circo.

Começou como locutor na Rádio Piratininga de Tupã, interior de SP em 1965. Sua “cidade-natal” em Santa Catarina é Lages, onde chegou em 1975  em busca de novas oportunidades profissionais e acabou ficando, tendo trabalhado na Rádio Princesa, na Rádio Clube e na TV Planalto onde praticamente fez de tudo.

Mas Mário Motta tem outra faceta profissional além da comunicação: fez seis cursos técnicos na área de Educação Física, tendo exercido, paralelamente às suas atividades de radialista, a profissão de professor de educação física. Com registro no MEC e pós-graduação em Educação Física Infantil.

Em meados da década de oitenta ele se transfere para Florianópolis, onde sua carreira de comunicador no Rádio e na Televisão deslancharia e atingiria o auge nos anos noventa. Como ele próprio diz em uma entrevista dada à estudante da Unisul Gisela Machado para o site Caros Ouvintes: ”o destino queria me trazer pra Florianópolis”. Aqui ele se tornaria um profissional querido pela Comunidade e de reconhecimento unânime através de seu trabalho como âncora de TV do Jornal do Almoço da RBS, ao qual está ligado a vinte anos e, destaque-se, o trabalho de âncora do programa diário Notícias da Manhã na Rádio CBN Diário.

Quem ouve Mário Motta habitualmente, percebe que ele representa o que há de melhor no Rádio de Florianópolis no que se refere à defesa dos interesses da comunidade, das pessoas de todas as classes sociais. Ele é, de fato, a voz da Responsabilidade Social do Rádio. Com ele o Rádio assume na plenitude que é uma concessão pública e deve trabalhar pelos interesses da comunidade.

Mário Motta fala com a mesma clareza e conhecimento de causa sobre, por exemplo, a corrupção de políticos, funcionários públicos e empresários envolvidos na Operação Moeda Verde como sobre o problema da falta de vagas em hospitais públicos, algo que penaliza cruelmente os mais pobres.


{moscomment}

4 respostas
  1. Roseline says:

    Por saber da afinidade que Mario Motta tem com as questões sociais,e entendendo que o3º setor recisa se profissionalizar para se fortalecer, é que venho trazer a informação de que no próximo dia 02 de março, no auditório da OAB/SC, contando com o apio da Comissão de Assistência Social da OAB/SC, às 19:30h., o especialista em 3º Setor, conhecido nacionalmente, e vindo do Rio de Janeiro, estará ministrando uma palestra sobre “Planejamento e Gerenciamento”, assunto de grande importância para as organizações do 3º Setor. O investimento para particiapação são 4 litros de leite (caixa) ou 3 latas de leite condensado, e a entidade beneficiada com esses donativos angariados será a APAE de Florianópolis.
    O número de vagas é limitada, por isso é preciso inscrever-se através do e-mail: [email protected]
    Maiores inforaçõespelo fone: (48) 3334-1535, ou (48) 8423-9346

  2. Tarcisio says:

    Bom dia. Gostaria de passar informações ao Mario Motta, das condições das enchentes no Alto Vale do Itajai. Ontem de noite conversei com o meu Irmão “Moacir Valle” que mora em Laurentino. A situação continua caotica. Não receberam nenhum tipo de ajuda, solicitaram material de limpeza e ainda não tinham sido atendidos. O pessoal não só de Laurentino, mas de toda a região, com exessão de Rio do Sul, que está sendo atendido. Nenhum Helicóptero teria chegado a estes municipios. E para piorar a situação continuam sem agua, porque houve rompirmento em uma adutora em Rio do Sul e não foi consertada. O pessoal está desesperado. Pedindo pelo amor de Deus que alguém olhe para estes municipios menores. Só olham e falam em Rio do Sul e Blumenau. O pessoal não tem noção do que se passa nestas localidades. Eu há vivenciei enchentes em Laurentino, nas decadas de 70 e 80. Não tem nada pior que isto. Impossibilidade total de tomar qualquer providencia, apenas com recursos próprios. Peço encarecidamente que o Sr. Mario Motta divulgue estas informações p/ que os orgãos competentes tomem providenciais de fato e não fiquem apenas aparecendo e sendo ouvidos nas tv’s e radios dando entrevistas. É muito preocupante mesmo.
    Att.: Tarcísio Valle. meus fones de contato: (48) 3234-3921 / 3025-6476 / 8419-7427.
    Desde já agradeço o que vc. puder fazer.

  3. oneide aparecida de araçatuba says:

    Marinho, você não se lembra de mim, mas eu estava com vc, seu pai e sua mãe, minha grande amiga Nair (Nhá Fia) qusndo o Watson Macedo e a Eliana (a grande estrela de cinema da época) o convidaram para participar do filme Maria 38. O circo de seus pais estava armado na praça de Araçatuba, cidade onde eu era locutora da Rádio Cultura. Nessa emisssora era feito o Show do Circo e vc, claro, era o artista principal, com sua pouca idade e seu acordeon. Vi no programa do Ratinho, no SBT, um acordionista chamado Marinho…Achei que poderia ser vc. Fui para o Google, e o encontro 53 anos depois. Estou muito feliz. Saudade imensa de vc e de toda a sua família. Abraço forte. Oneide

  4. eno josé tavares says:

    MÁRIO MOTTA ,O”INDIVIDUAL COLETIVO”,OU,O “PALHAÇO DOS SETE PICADEIROS”
    peguemos um cristal lapidado, em bilhões de facetas ,e ,lá encontraremos um autêntico “MM”.Na Cadeira de Didática,existe como se fora uma advertência:O PROFESSOR APRENDE MAIS COM SEUS ALUNOS,E É ELE,A SINTESE DO EDUCADOR COMPLETO.Não tive o raro privilégio de um contato pessoal.Melhor para ele…Porém,ve-lo e ouvilo diuturnamente,nos veículos de comunicação,é sentir o quanto vale ,o profissional que trabalha de corpo e alma….Por certo,sou mais idoso que ele ,e, por certo,quando ele viveu seus tempos de escoteiro,MM-MEU MENINO recriou as obras de Rudyard Kipling, ou,era ele próprio, algum daqueles personagens meio animal virtuoso/menino talentoso e humano…Mário Motta,quando desempenha sua missão diária,não está trabalhando tão sómente…É a recriação dos clássicos…Por isso a analogia do mineral translúcido,em bilhões de perspectivas…Mário Motta é um dos raros Cidadãos do Mundo…Cada passo que dá na vida,é uma reedição dos inúmeros picadeiros da ficção humana….

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *