MENININHA CRIA GABRIELA FM

Durante as férias de julho, quando retornava de uma viagem ao Mato Grosso do Sul, ela teve a idéia de criar a Rádio Gabriela FM, que leva o nome dela. Foi uma forma encontrada pela pequena de 10 anos de passar o tempo durante os 1.450 quilômetros até Florianópolis.
Por Ricardo Medeiros

Gabriela Dias de Medeiros diz que quando vinha da casa de parentes da cidade de Sidrolânia, ficou um pouco entediada. Decidiu então começar a ler as placas ao longo do caminho. “Eu fiquei empolgada e continuei a levar em frente a brincadeira”. De imediato, a emissora que tem os seus estúdios no Scénic Preto, 2002, placas MTB 1281, ganhou o nome de Gabriela FM.


Gabriela faz pose com seu pai, Ricardo, antes de entrar no clima radiofônico.

Em solo de Santa Catarina, a estação faz a sua transmissão a partir das 7 horas da manhã, período em que a dona da rádio e apresentadora, desloca-se para o Colégio Catarinense, onde cursa a quarta-série primária. Atualmente, de segunda à sexta-feira, um dos destaques da programação são as novidades do “Teatro do Simbá”, encenado pela turma dela em sala de aula. Didividos em grupos os alunos contam as aventuras das sete viagens protagonizadas pelo Simbá: o marujo.


A dupla já está a mil. Gabi vai comandar o show.

Na emissora, há um espaço consagrado também para as olimpíadas do colégio que se desenvolvem de 3 a 6 de outubro. A música fica por conta do CD High  School Musical, filme que ela e o pai assistiram no Disney Channel. O compact disc o progenitor foi obrigado a comprá-lo, nem que fosse em Brasília, como aconteceu.


A locutora se prepara para a transmissão em FM

O slogan da Gabriela FM é “De nós para Nós”. Indagada sobre o porquê da frase, ela explica que a rádio, que só transmite ao vivo, é feita especialmente de criança para criança com o intuito de atender a um grupo seleto. “Só aqueles que estão dentro do carro da família”, assinala.


De bem com a vida a futura jornalista aumenta o volume do aparelho de rádio.

Mesmo marmanjão, se um dia você pegar carona no Scénic da família Dias Medeiros, certamente será entrevistado por esta possível futura jornalista, que em outros momentos já havia afirmado querer ser cabeleireira, motorista de ônibus e advogada. Ah, este vírus chamado rádio.

Fotos: Vera Dias, mãe da idealizadora da Gabriela FM.

 


{moscomment}

Categorias: Tags: ,

Por Ricardo Medeiros

Doutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, jornalista, escritor e professor de rádio do curso de Jornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina e assessor de imprensa da Prefeitura de Florianópolis. É um dos fundadores do Instituto Caros Ouvintes.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *