Mercado Público e suas histórias em edição especial

Foto Danísio Silva

Com novas imagens e conteúdo, a segunda edição de Mercado Público e suas histórias, de Paulo Clóvis Schmitz e Danísio Silva, será lançado no dia 26 de setembro, às 19h, na Fundação Cultural Badesc, em Florianópolis. O livro reúne cerca de 30 textos baseados em depoimentos de comerciantes, antigos lojistas, ex-funcionários e fornecedores do Mercado, dos anos 1950 aos dias atuais.

Os entrevistados relatam suas experiências num tempo em que o mar batia atrás do Mercado Público, quando os pescadores desembarcavam a carga praticamente dentro das peixarias e os colonos traziam sua produção de carroça do interior da Ilha ou dos municípios vizinhos para a cidade. Nos depoimentos, os entrevistados – alguns com mais de 50 anos de ligação com o Mercado – falam do peixe e da carne que eram inutilizados todos os dias, no período da tarde, por falta de refrigeração, e da função do estabelecimento como entreposto comercial e ponto de encontro de vendedores e compradores de produtos frescos consumidos pela população.

Uma das histórias mais tocantes é a de Arante Monteiro (falecido em 2012), que trazia produtos nas costas do Pântano do Sul até o Saco dos Limões, onde tomava um ônibus para o centro. Outra é contada pela filha de Gedeão Mansur, Marlene, responsável hoje pela loja aberta pelo pai em 1947. Também fazem parte do livro o comerciante Marcelo Jacques, membro de uma família que sempre foi ligada ao comércio de peixes, Laudêncio Pereira, que fabricava e trazia louças de barro da Ponta de Baixo, em São José, para o Mercado, e Amilton Maciel, o Dato, que plantava hortaliças no Saco dos Limões e vendia a sua produção nas bancas que durante muitos anos funcionaram no estabelecimento.

O livro faz também um histórico do prédio, cuja primeira ala foi inaugurada em 1899, conta histórias engraçadas vividas por personagens ao longo das últimas décadas, lembra de figuras marcantes que já morreram e contextualiza a posição do Mercado Público nas transformações urbanas e sociais de Florianópolis.

Outro aspecto importante é que o volume sai num momento crucial para a história do Mercado, pois o modelo está sendo alterado e muitos comerciantes tradicionais deixarão de atender a clientela, substituídos por novos lojistas selecionados por meio de edital da Prefeitura de Florianópolis.

O livro Mercado Público e suas histórias tem o patrocínio da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Lei 3.659/91), e o apoio da Unimed Grande Florianópolis. Com 128 páginas, ele não será comercializado, mas distribuído em escolas, instituições culturais e bibliotecas da Grande Florianópolis.

Contato: Paulo Clóvis Schmitz (48) 9992-5127 [email protected] | Danísio Silva (48) 9962-6914 [email protected] | Imprensa: Helena Stürmer (48) 3224-8846, (47) 9127-8113 | Fifo Lima (48) 9146-0251 | Fundação Cultural BADESC | R. Visconde de Ouro Preto, 216, Centro | Florianópolis | (48) 3224.8846 | fundacaoculturalbadesc.com

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Mercado Público e suas histórias em edição especial […]

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *