Meu encontro com Humberto Mendonça

Nas décadas de 50 e 60 era comum acontecerem amistosos entre seleções municipais reunindo jogadores das equipes profissionais. Lá por 1968/69 ocorreram duas partidas entre as seleções de profissionais do Palmeiras e Olímpico contra Marcilio Dias e Barroso, em Blumenau e depois em Itajaí.
Por Edemar Annuseck

Na preliminar, jogos entre as seleções de radialistas das duas cidades. Lembro-me de que o Manoel Vieira (Vieirinha), com seus 1,40 de altura –  comentarista na época da Rádio Difusora de Itajaí, da seleção portuária. No primeiro jogo em Blumenau, num domingo à tarde no campo do Olímpico,  ganhamos por seis a dois.
Aliás, joguei – sempre como egoleiro – até os 35 minutos do segundo tempo quando fui substituído pelo Cacaréco (humorista de rádio em Blumenau). E eu saí correndo me tomar um banho e trocar de roupa para logo em seguida narrar péla Rádio Nereu Ramos o jogo entre as seleções de profissionais. Blumenau ganhou por três a um. O jogo de volta ocorreu na quarta-feira seguinte, à noite, no estádio Hercílio Luz em Itajaí. Jogamos novamente contra os radialistas de Itajaí na partida preliminar. Soprava forte o vento sul, acompanhando de uma chuva intermitente.
Eu chutava a bola pra frente e quando dava as costas, lá estava ela de volta pra minha área. Fui um sufoco. Jogamos com 10, os primeiros 45 minutos. Depois chegaram os demais colegas – o carro deles tinha quebrado na viagem -. Ganhamos  por um a zero. Terminando o jogo e de banho tomando, subi para a cabine onde já estavam os demais colegas da Nereu para a transmissão, e, com eles o comandante Lázinho. Nesse dia, o Lázinho convidou – acho que ele estava de férias em SC – o Humberto Fernandes Mendonça, então na Rádio Bandeirantes de São Paulo, e ele acabou transmitindo o primeiro tempo da partida pela Rádio Nereu Ramos. Eu acabei narrando o segundo tempo. Foi o dia em que conheci Humberto Fernandes Mendonça, a quem eu ouvia pelas Ondas Curtas da Bandeirantes. Lembro-me do Humberto dizendo ao Lázinho : esse moço leva jeito,  logo, logo vai trabalhar no rádio de São Paulo ! E não é que tinha razão !

Categorias: Tags: , ,

Por Edemar Annuseck

Edemar Annuseck, jornalista, narrador esportivo que iniciou na Rádio Nereu Ramos de Blumenau em 1964 e depois atuou nas Rádio Jovem Pan, Tupi, Record de São Paulo, Clube Paranaense, Cidade e Globo/CBN de Curitiba, TV Jovem Pan e SPORTV, Editor da página de esportes do Jornal A CIDADE DE BLUMENAU, cobrir 5 Copas do Mundo (74, 78, 82, 86 e 90).
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

1 responder
  1. Karla Monique Mendoça Araujo says:

    Oi sou sobrinha do Humberto e infelizmente não tive a oportunidade de escutar sua linda voz de veludo como diz minha mãe… Queria saber se alguém sabe onde eu encontro um arquivo que tenha o programa que ele fazia ou alguma coisa do tipo! Agradeço desde já!

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *