Moedas virtuais devem ganhar força nos próximos dez anos

NONATO – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Nonato, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

NONATO – Ethevaldo, hoje é sexta-feira, dia de falarmos sobre o futuro, e você prometeu falar sobre o futuro do dinheiro.

ETHEVALDO: Vamos lá, Nonato. Ao longo dos últimos dois séculos, o dinheiro ganhou novas formas, como o cheque, os papeis de crédito, como as ações, títulos e os cartões de crédito.

No futuro próximo, com a evolução dos dispositivos móveis, em lugar de carregar dinheiro físico, poderemos levar crédito de qualquer moeda existente no mundo – como Mas todas representam moedas existentes como dólar, euro, libra, iene e outras.

Um bom exemplo dessa evolução do dinheiro digital é a bolsa eletrônica NASDAQ na qual os computadores atuam como investidores, a uma velocidade milhares de vezes maior do que as bolsas tradicionais.

NONATO – E que outras transformações teremos no futuro?

ETHEVALDO: Nos próximos 10 anos, as pessoas talvez venham a utilizar exclusivamente moedas virtuais. Serão as sucessoras do BITCOIN, que ainda está sujeita a riscos, sem controle de bancos centrais.

Na próxima década, talvez tenhamos até uma moeda internacional, com cotação menos vulnerável a variações extremas, aceita em qualquer país, hotel, aeroporto, loja ou restaurante.

NONATO – Você acha que haverá moedas virtuais seguras?

ETHEVALDO: Acho, Nonato. Mas nunca devemos pensar em segurança absoluta. Os criminosos virtuais estão em ação e, às vezes, eles parecem superar todas as medidas de segurança.

NONATO – – Até segunda.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *