Morreu Ademilde Fonseca, a “rainha do choro”

Morreu no final da noite dessa terça-feira (27), aos 91 anos, Ademilde Fonseca, considerada a “rainha do choro”. A artista nasceu no dia 4 de março de 1921 em São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte. Em 1942, quando lançou o álbum Tico-Tico no Fubá, inovou a música brasileira ao introduzir voz ao chorinho, um gênero até então predominantemente instrumental. Entre suas gravações mais famosas estão interpretações de Tico-Tico no Fubá, Brasileirinho, Pedacinhos do Céu, Odeon e Apanhei-te um Cavaquinho. Além de cantar, Ademilde chegou a trabalhar da extinta TV Tupi.

Categorias: ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *