Música gospel: entre o santo e o profano

É o nome do documentário de rádio que será defendido nesta quinta-feira na Estácio de Sá – Santa Catarina

ACADEMIDIA | Tcc | Rádio | Documentário

Ela já entrou na casa e na vida de muita gente. A música gospel invadiu o mercado fonográfico nacional de tal maneira que os espaços, até então ocupados por canções tradicionais, foram abertos para o segmento. Esse é um dos focos do documentário de rádio “música gospel: entre o santo e o profano”, produzido por Nicoli Madeira, aluna do curso em jornalismo da Faculdade Estácio de Sá. O trabalho de conclusão de curso será defendido nesta quinta-feira, 21, às 19 horas, na sala de rádio da instituição. As emissoras de rádio e televisão se voltaram também para a música das boas novas de cristo. Prova disso, é o envolvimento da Rede Globo, que no ano passado colocou no ar, em rede nacional, o Festival Promessas, reunindo grandes nomes da música gospel.

Aline barros é uma das cantoras dessa linha mais famosas do Brasil. Ao todo, lançou sete álbuns e mais cinco CDs infantis. Além de ganhar quatro grammys latino, Aline conquistou o troféu promessas, como melhor cantora.  Segundo o relatório da gravadora  Mk, divulgado em março deste ano,  a artista  vendeu quase 500  mil peças com seu último CD,  com o título “Extraordinário amor de Deus”.

Meio milhão de cópias é a cifra também do cantor Nani Azevedo, líder de vendas da gravadora Central Gospel Music. Outro pop star é Fernanda Brum, que possui 20 CDs gravados. Ela foi premiada no evento da Globo com o troféu de melhor clipe  com a música “Pavão pavãozinho”.

Conforme o censo demográfico do Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, em 2000 o país possuía 26 milhões de evangélicos. Mas segundo a revista Época, em 2010, o número de fiéis pulou para 46 milhões. O periódico faz uma previsão impactante para 2020: os evangélicos serão metade da população.

Com o aumento desse público, a tendência lógica da música gospel é crescer igualmente. Das grandes gravadoras, a Som Livre, que pertence a globo, e a Sony Music, estão inseridas no novo mercado. Muitos cantores tradicionais também estão migrando para dentro das igrejas.

Levar a mensagem de Deus às pessoas ou obter lucro com isso? A pergunta é respondida no documentário “música gospel: entre o santo e o profano”.

Serviço: Defesa do TCC “”Música gospel: entre o santo e o profano | Nesta quinta-feira (21) | 19 horas | Faculdade Estácio de Sá, laboratório de rádio. | Rua Leoberto leal, 431, Barreiros, São José. | imprensa: Nicoli Madeira 48 9927-9249

Ricardo Medeiros | Jornalista Graduado SC 00293 | (48) 8411-0911 |  http://ricardomedeirosprofessor.blogspot.com/ | http://twitter.com/ricardoleantro | http://www.facebook.com/ricardo.leandrodemedeiros

Categorias: , Tags: , , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *