Nem só de novelas vivia o rádio nos Anos Dourados

A Rádio Clube Paranaense, a exemplo de sua concorrente Rádio nacional do Rio de Janeiro, mantinha um batalhão de artistas contratados para os programas de auditório, jornalismo e transmissões esportivas. No futebol a equipe comandada por Pedro Stenghel Guimarães, era a mais numerosa e segundo a crítica da época, uma das melhores do rádio brasileiro. Pelo microfone da Rádio Clube, desfilaram nomes importantes nas transmissões esportivas como Machado Neto, Ribas de Carvalho, Paulo Avelar, Osmar Queiroz, Martins Rebelato, Willy Gonzer, Aloar Ribeiro, Marcus Aurélio de Castro, Mário Vendramel, Augusto Reis, Norberto Trevisan, Durval Monteiro, Boris Musialoviski e Sérgio Fraga.

Nessa grande equipe esportiva um dos maiores destaques foi Paulo Avelar, um paulista de Iguape que chegou em Curitiba em 1940 e dois anos mais tarde já fazia parte do quadro de locutores da emissora. Paulo Avelar, cujo verdadeiro nome era José Boaventura Barbosa, passou de locutor esportivo a produtor de programas. Escreveu peças de radioteatro e foi um dos dos primeiros profissionais a escrever novelas para a televisão a  partir de 1960.

Com grande talento e muita determinação Paulo Avelar se destacou numa equipe que contava com um dos maiores elencos de radialistas do pais. Na década de 1950 o Rádio, tinha capacidade de manter elencos com esse número de funcionários. Havia locutores especialistas em vários setores; locutor comercial, (era aquele que lia os textos de patrocinadores), locutor animador de auditório, locutor narrador de futebol, locutor comentarista de futebol, reporte de campo, locutor religioso (apresentava A Hora do Angelus, as 18 horas), músicos de conjuntos pequenos regionais e músicos de grandes orquestras, cantores líricos e populares, duplas sertanejas, conjuntos vocais (muito em moda na época) atores e atrizes de radioteatro, autores de novelas, produtores, sonoplastas, operadores de som, discotecários e programadores musicais, redatores de crônicas e comentários.
Do livro Sintonia Fina

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *