Novas opções na rede

A comunicação vem passando por constantes mudanças.

redesNovas tecnologias e processos vêm fazendo com que os profissionais busquem estratégias para otimizar suas ações, ampliando resultados e métricas. E a pergunta que nos fazemos todos os dias é como no meio dessa velocidade, neste ambiente novo e totalmente desafiador, fazer uma comunicação eficiente?

Foi assim com o boom dos portais de notícias, mais recentemente as redes sociais, que hoje são uma boa opção para que assessoria de imprensa atue e conquiste novos espaços na mídia, bem como aplicativos, como por exemplo, como o WhatsApp. Como já relatei, a proposta da criação de uma linha de transmissão e produção de conteúdo diferenciado vem como uma forma de adequação de mercado, da busca de processos para rentabilizar: seja o tempo – de quem produz e quem consome – e resultados, evitando retrabalho e apresentando uma nova forma de fomentar conteúdo.

É uma nova forma de ver o jornalismo, de produzir conteúdos diferenciados, focados para este meio, que devem ser pensados de forma global. Vídeos, áudios, artes, textos curtos e que despertem o interesse do leitor, o jornalismo colaborativo, como vem sendo intitulado. A instantaneidade também é outro fator relevante. A cada segundo um novo acontecimento, e que, se bem adequado, com foco na visão da informação, pode criar um grande gancho para a disseminação de um conteúdo. E este é um meio que não pode ser ignorado, jornais, emissoras de TV e rádio oficializaram o uso do WhatsApp como forma de canal com o público, mas também, com uma premissa, um conteúdo diferenciado, pensado para a plataforma, sem a massificação ou a produção em série, evitando a criação de spam para o aplicativo. Um case interessante para estudo e análise é da Assembleia Legislativa de SC, que vem aproximando cada vez mais, por meio de tecnologias, suas ações da imprensa e sociedade.

Todo esse processo vem acompanhando as mudanças no cenário de comunicação, são estratégias para chegar com clareza e rapidez aos clientes e alvo, uma necessidade no mercado, buscar transformar o conteúdo, dar cada vez mais a sua relevância. Dessa forma, produzimos o material para todas as plataformas, sempre mirando o receptor. Assim, surgem também novos produtos e novos públicos com quem é possível dialogar e criar relacionamento. É preciso estar sempre atento a todas as plataformas, novidades, possibilidades de criar o novo, visar sair na frente na hora da conquistar espaço e também o momento de se relacionar com os mais diversos públicos.

Outra plataforma que vem crescendo e abrindo nicho para a atuação das assessorias de comunicação é a criação de aplicativos próprios para as agências focados na disseminação de informações para imprensa e sociedade – times de futebol, shoppings, entidades já se apropriaram deste conceito e vem estreitando relacionamentos online.

Os influenciadores ou formadores de opinião também estão mudando junto com o cenário da nossa comunicação. Hoje é preciso ter foco e definir quais os públicos e plataformas buscar relacionamento. Planejar e saber onde se quer chegar é uma premissa irrevogável.

Todas estas tecnologias, geram, antes de mais nada, relacionamento, estreitam redes, fomentam a credibilidade, porém, devem estar sempre em constante avaliação, uma vez que temos um mercado que passa por mudanças diariamente, e a reavaliação sistemática de métricas é uma das premissas para a utilização das mesmas na comunicação. E lembrar sempre: tudo é informação, o que muda é a forma como fazemos a mesma chegar ao outro lado, de que forma ela vai agregar relevância para a sociedade.

Categorias: , Tags: , ,

Por Adriana Laffin

Jornalista graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina e com MBA em Comunicação Empresarial e Comunicação e Crises. Atuou em organizações não-governamentais e universidades. Com experiência em comunicação empresarial, já coordenou o atendimento a grandes corporações, bem como possui ampla experiência em assessoria de imprensa para eventos e congressos nacionais e internacionais. Sócia-diretora da Apoio Comunicação + Marketing é responsável, desde 2008, pelo departamento de assessoria de imprensa e redação da empresa.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

1 responder
  1. Jorge Dotti Cesa says:

    Muito oportuno o texto da jornalista Adriana (Drika). Estamos diariamente tendo que rever nossos conceitos sobre comunicação.

    Eng. Agr. Jorge Dotti Cesa
    Diretor de Comunicação do SEAGRO-SC
    1° Vice-Presidente do CREA-SC

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *