Nuvem 2020

Rádio Cbn Brasil | MUNDO DIGITAL, com Ethevaldo Siqueira

Milton – Bom dia, Ethevaldo. Como vai? Ethevaldo – Bom dia, Milton; bom dia, ouvintes. Tudo ótimo. Milton – Ethevaldo, sexta-feira é dia antecipar o futuro. Você prometeu falar hoje sobre a computação em nuvem em 2020. Ethevaldo – Vamos lá. Nos últimos anos temos falado muito na nuvem em TI. Para muita gente, no entanto, a ideia da computação em nuvem parece uma ideia difusa e quase futurologia. Em 2020, a computação em nuvem permitirá, a cada cidadão, a obtenção de novas formas de serviços e aplicações. A nuvem irá transformar-se não apenas no maior repositório de conteúdos do planeta, bem como num verdadeiro computador virtual à nossa disposição.

Milton – Mas que serviços poderá prestar essa nuvem em 2020?

Ethevaldo – Os visionários preveem que, em 2020, a humanidade contará com centenas ou milhares de aplicações da nuvem que hoje parecem pura ficção. Não precisaremos armazenar centenas de gigabytes ou terabytes de informação em nossos dispositivos pessoais porque tudo estará na nuvem.

Milton – E que produtos poderemos comprar na nuvem?

Ethevaldo – Compraremos livros digitais, baixaremos fotos, filmes, CDs, DVDs, blu-rays, textos, jogos, aplicativos e poderemos ver TV ou até ouvir uma emissora de rádio em nossos  tablets, smartphones ou ultrabooks. Esses dispositivos pessoais pesarão muito menos, porque não precisarão carregar imensos sistemas de armazenamento.

Milton – E não haverá muitos riscos de fraude na nuvem?

Ethevaldo – O maior risco é dependermos da nuvem para tudo. E existem outros riscos, sim. Da mesma forma que há riscos em dependermos de algumas infraestruturas mundiais, como a da internet, das telecomunicações, dos satélites ou do Google. Teoricamente, esses riscos tendem a ser cada dia maiores. Mas, vale lembrar que a própria tecnologia busca respostas sempre mais eficazes contra esses perigos e riscos potenciais. A tecnologia busca, assim, produtos e infraestruturas que nunca falhem. Ou que possam resolver rapidamente os eventuais problemas que surjam.

Milton – E esses riscos não tendem a crescer sempre mais?

Ethevaldo – É verdade, Milton. Potencialmente, esses riscos tendem a ser cada dia maiores. Mas, vale lembrar que a própria tecnologia busca respostas sempre mais eficazes contra esses perigos e riscos potenciais. Viver sempre será perigoso, mesmo com a tecnologia do futuro, Milton.

Milton – Até segunda.

Categorias: , , Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *