O J Pimentel está com a razão

Sábado, três da tarde, estou encaminhando as matérias desta edição. Acabo de postar a coluna do J Pimentl e fico pensando: É isso, nós precisamos mais gente contando a história dos pioneiros do rádio. Levanto para tomar água e quando passo pela sala ouço na TV: Infarto mata aos 79 anos o locutor Doalcei Camargo. Volto e corro pro Google. O JB Online havia postado a notícia às 12h30. Corro o olho e leio na chamada do Blog do Rádio Carioca: “Por onde anda o radialista esportivo Doalcei Camargo, grande narrador das rádios Tupi e Nacional?” Surpreso observo que a pergunta é de Antonio Luiz Amandio, residente em Palhoça, SC. Abro a matéria e leio um belo comentário saudando o aniversário do Doalcei. Era a resposta ao Luiz Antônio datada de 6/10/2003. Portanto, com este registro reverenciamos a memória de quem tanto fez pelo brilho do rádio esportivo e como fãs de sua voz vamos ouví-lo narrando um gol de Amaury para o glorioso Fluminense em 1982.

1 responder
  1. Antonio Luiz Amandio says:

    Poiseh somente hj dia 17 de setembro ao procurar algo sobre Doalcei Camargo, me deparo com a trsite noticia de sua morte em agosto. Eu era da marinha e trabalhava no farol Arvoredo nos anos de 1977 a 1983 era naquela ilha desprovida de qualquer conforto que com meu radinho de pilha ouvia sempre o grande narrador Doalcei nos jogos do meu flamengo. Muitos anos mais atarde perguntei a um site de noticias esportivas onde andava ele que nunca mais ouvira suas narraçoes. E, hj mais uma vez procurei noticias de Doalcei e tive esta ingrata surpresa. Descanse em paz Doalcei e a familia meus sinceros pesames, mesmo com um certo atraso.

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *