O nascimento da televisão do Paraná – 32

Finalmente, depois de tantas promessas, muita expectativa e algumas trapalhadas, o equipamento Ampex VR 1000, quadruplex profissional, de altíssima qualidade, foi colocado em condições de uso. A estréia aconteceu na fria, mas festiva noite de oito de julho de 1965, com a presença de poucos convidados.

Durante 60 minutos, diante de uma platéia impregnada de encanto e alegria, apareceu no vídeo um dos mais bonitos programas da série de especiais internacionais produzidos pela TV Excelsior de São Paulo: o show da belíssima Connie Francis, que comoveu um número enorme de telespectadores e os levou a cobrir de congratulações a TV Paranaense.

Ainda assim, a inauguração oficial do equipamento somente aconteceria na manhã do domingo seguinte, dia 11 de julho. Ney Amintas de Barros Braga, então governador do Estado, foi quem gravou a primeira mensagem em videoteipe, exibida na inauguração, seguida da reprise do show de estréia, que acabou sendo repetida inúmeras vezes diante do sucesso alcançado. Depois de Connie Francis, a cada quinzena, um novo espetáculo de grande qualidade foi mostrado: Carmen Sevilla, Chubby Cheker, Ray Charles, Maurice Chevalier, Johnny Mathis, Sarita Montiel, Raul Solnado, Frank Sinatra Jr. E Roy Hamilton.

Estabelecida a nova grade de programação, agora com filmes, programas em videoteipe e programas ao vivo, a televisão do Paraná iniciou nova era. Mas, mesmo com o novo equipamento, procuramos manter a programação ao vivo.

Nosso aparelho era o mais moderno, igual aos usados nos demais centros, apesar de fita, de duas polegadas, profissional, no sistema quadruplex, não possuir editor eletrônico, somente permitindo a gravação direta, sem interrupção. Mas garantia a exibição de qualquer programa gravado naquele sistema. Agora, também os grandes sucessos de São Paulo e Rio de Janeiro poderiam ser vistos pelos curitibanos.

Os primeiros programas gravados que compuseram a grade de programação do Doze, com exibição semanal, foram as telenovelas Olhos que Amei, Os Quatro Filhos, e A Outra; os shows Moacir Franco, Bossaudade, o Fino da Bossa, A Cidade se Diverte, Praça Onze e Ri-fi-fi Palace Hotel.

Os Quatro Filhos foi a primeira novela da Excelsior, que superou tudo o que já havia sido feito no gênero referente à montagem , cenografia e qualidade técnica. Foi a precursora da técnica de cinema na televisão.

A partir desse momento, passamos a int5egrar o circuito nacional de exibidores de programas em VT, seguindo a ordem de instalação dos aparelhos em cada cidade. O grande problema é que as novelas eram exibidas no mesmo dia em São Paulo e no Rio de Janeiro. Uma cópia seguida para Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e depois Uberlândia. Já a outra cópia seguia para Salvador, Juiz de Fora, Recife e São Luiz, no Maranhão. Por essa razão, toda a programação apresentada em Curitiba, tinha uma diferença de cinco ou seis dias em relação ao Rio e São Paulo. Algumas pessoas chegam a ir a São Paulo para assistir aos capítulos de novela que ainda seriam exibidos aqui, para poder contar às amigas o que estava por vir e que elas já tinham visto.Também as principais partidas de futebol, realizadas em São Paulo, com a narração de José Geraldo de Almeida, passaram a ser exibidas em VT. E a Excelsior lançou o primeiro festival da música popular, revelando novos talentos, entre os quais Elis Regina.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *