O nascimento da televisão do Paraná – 34

Coube à TV Excelsior de São Paulo, no auge do sucesso, realizar a primeira experiência de televisão e cores. Com apenas uma câmera e um monitor em circuito fechado, a emissora ofereceu ao mercado publicitário paulista uma rápida demonstração de como seria a nova tecnologia, prestes a chegar. A TV Tupi, também de São Paulo, repetiu o feito, sendo sucedida pela Excelsior do Rio. Em seguida, como parte do acordo operacional mantido com a TV Paranaense, a Excelsior enviou a câmera a Curitiba.

E no dia 29 de outubro de 1966, durante s comemorações do seu sexto aniversário, o Canal 12 mostrou aos paranaenses, pela primeira vez, em circuito fechado, as bonitas cores da televisão.

No final daquele ano foi inaugurada a TV Bandeirantes. E a Rede Excelsior, que fora a grande inovadora da década, começou a sofrer impiedosa perseguição política, o que, somado a problemas administrativos decorrentes, tornou insustentável a sua continuidade. Enquanto isso, a TV Record, de São Paulo, e a TV Rio do Rio de Janeiro, tentavam recuperar as suas antigas posições e continuar coma Rede Tupi no auge da popularidade.

Com o enfraquecimento da Excelsior, a TV Paranaense passou a apresentar programas da TV Rio, que tinha no comando um jovem e talentoso executivo chamado Walter Clark. E a nossa programação passou a ser de, entre outras atrações, Time Square, Praça Onze e Vovô Deville, ao mesmo tempo em que recebia de São Paulo, produzidos pela Record, os programas O Fino da Bossa, Bossaudade, Hebe, Jovem Guarda, Zimbo Trio, Esta Noite se Improvisa etc.

No Rio foi inaugurada a TV Globo, de Roberto Marinho, associada com o grupo americano Time/Life e com a promessa de fazer uma televisão melhor. Para tanto contava com os mais modernos equipamentos. Mas, começou a sofrer uma campanha desencadeada pelos Diário e Emissoras Associados, de Chateaubriand, em razão da parceria com o grupo americano. E Roberto Marinho foi obrigado e desfazer a sociedade, assumindo integralmente o controle da emissora, que demorou em deslanchar. Aliás, isso somente aconteceu depois da contratação da dupla Walter Clark e José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni. O resto da história todo o mundo já sabe.

Com a Globo foi iniciado um novo tempo de criatividade na televisão brasileira. Desenhou-se uma nova linha de programação e foram criados novos conceitos de qualidade e de comercialização, até hoje a grande marca da Rede Globo de Televisão. A parte comercial foi ocupada por Ives Alves, um publicitário competente e de grande experiência, vindo da Sideny Ross Co, que implantou a modernização do sistema de comercialização.

Nessa época, a TV Paranaense passou a exibir os primeiros programas produzidos pela Globo, um dos quais foi o excelente musical denominado Viva a Música, a grande atração dos domingos.
Pouco tempo depois de ter entrado em atividade a Globo adquiriu a TV Paulista pertencente à Organização Victor Costa e iniciou a montagem de sua rede nacional.

Ao Paulo era um praça de muito bom suporte para a televisão, mas a TV Paulista/Globo, apesar de dispor de excelentes programas feitos no Rio, não encontrou facilidade de posicionamento no início. Era, então, muito presente a concorrência com a Tupi e a Record, e ainda havia reflexos da Excelsior.
No entanto, com a chegada de Walter Clark, as emissoras que mantinham a Record/Rio como suas fornecedoras sentiram os efeitos da mudança e optaram pela Globo, que, mesmo ainda em fase de implantação, oferecia algo novo. E, aos poucos, a TV Record-SP/TV Rio – RJ, Tupi – SP/RJ e Bandeirantes/SP entraram numa curva de enfraquecimento, principalmente porque boa parte dos seus elencos migrou apara a Globo.

A TV Paranaense mesmo adquirindo programas de emissoras não associadas, também passou a transmitir a programação Globo. Em medos de 1969, programas como Jornal Nacional já eram tidos como grandes atrações e atingiam boa receptividade popular.

Nessa época, o Canal 12 lutava para manter a liderança, esbarrando numa concorrência cada vez maior. Com uma programação sem unidade e tendo que lutar com problemas técnicos, a emissora começou a perder terreno.

1 responder
  1. fransergio nouza da silva says:

    olá gostei muito de saber q tem uma radio respeitavel
    como essa!!!
    eu quero deixa um recado para a familia do reimundo quintinho da silva,
    se Alguém conhecer algun da familia entrar em contato comigo q sou o filho
    dele, estou a procura dele aqui e o fransergio nouza da silva filho da dileuza nouza da silva
    o meu numero de contato é : 014 63 99 65 61 94. obrigado pela sua atenção. essa mensagem e muito importante pra mim. que deus enlumine a todos. espero uma resposta se pissivel obrigado.

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *