O papel das emissoras de rádio no desenvolvimento econômico de Blumenau (1960-1970)

Os anos dourados do rádio em Blumenau se situam entre as décadas de 1960 e 1970, período que registra uma grande atividade econômica no município. Neste trabalho os professores Clóvis Reis e Lorreine Beatrice Petters, da Universidade Regional de Blumenau, buscam identificar, descrever e analisar o impacto que, na época, o rádio causou no desenvolvimento de Blumenau.
Da RedaçãoOs resultados do estudo indicam que, entre os anos 1960 e 1970, a economia local se diversificou, a arrecadação de impostos cresceu, o processo de urbanização se acelerou e a execução de obras de infra-estrutura melhorou as condições de vida da população.
Nesse sentido, se percebe que o advento do rádio coincide com um período de avanços econômicos, sociais e culturais. O rádio ajudou a superar obstáculos geográficos, sintonizando os blumenauenses com os eventos dos grandes centros do País, divulgando iniciativas da população local, fomentando a cultura do empreendedorismo e atraindo empresários de outras regiões para o município.
Na época considerada na pesquisa, a cidade contava com cinco emissoras de rádio: Clube, Difusora, Nereu Ramos, Alvorada e Blumenau. A Rádio Clube de Blumenau foi a primeira emissora de rádio do Estado. Sua história começou em 1929, com um serviço de alto-falante instalado pelo radioamador João Medeiros Junior. A partir de 1931, tais experiências passaram a utilizar um transmissor de 150 watts e Medeiros Júnior fundou então uma sociedade, para captação de recursos através de apólices que vendeu para amigos e conhecidos. Em 1935, a emissora entrou no ar em caráter definitivo.
Link Relacionado
:: Leia o artigo completo na seção Universidade

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *