O rádio e a publicidade

A audiência do rádio brasileiro é medida por institutos de pesquisa que aumentam a cada dia. E há controvérsia nesse assunto. Proprietários e profissionais da comunicação declaram abertamente não acreditar em Institutos de Pesquisa. Porque será, hein? As emissoras de FM da Grande São Paulo que lideram as pesquisas tocam música sertaneja ou nordestina, com a participação do ouvinte pelo telefone, sorteio de prêmios e quase nenhum jornalismo. São Paulo com seus 11 milhões de habitantes tornou-se há muito uma cidade de todos. O Norte e Nordeste brasileiro desembarcam todos os dias no Terminal Rodoviário do Tietê em busca de trabalho, assim como em menor número sulistas e estrangeiros também nos aeroportos.

Audiência

Nordestinos e nortistas fazem a base da audiência de emissoras como Tupi e Nativa que dominam a faixa FM. Emissoras com programas qualificados como Band FM, Gazeta, Jovem Pan, CBN, Transamérica, Eldorado e Antena Um, estão fora do topo. No AM a situação é muito parecida com Globo e Capital dividindo a liderança. Jovem Pan, Bandeirantes, CBN, Eldorado (hoje Estadão/ESPN) que tem programações direcionadas ao jornalismo e esporte, aparecem abaixo. E isso vem acontecendo há bastante tempo.

Publicidade

Porém a audiência nem sempre é traduzida em investimento publicitário para quem está nas primeiras posições. Os grandes clientes ou não anunciam como antes no rádio ou estão nas emissoras tradicionais que não aparecem em primeiro lugar, com algumas exceções. Sei que as agências analisam o tipo de programação e tudo mais para que seu cliente seja colocado no veículo certo. Mas, isso nem sempre acontece. É o caso recente de uma agência que programou uma FM de São Paulo com 15 mil ouvintes/minuto e ignorou uma AM com 100 mil ouvintes/minuto. A FM não passa dos limites da Grande São Paulo e a AM pode ser ouvida através do rádio em todo o país. O produto segundo a agência teria que ser direcionado para o sexo feminino, que é o público da AM em 80%. Essa rádio FM não tem nada específico em sua programação para o sexo feminino. Como explicar isso? Será que o cliente tem conhecimento? Vá entender!!! A verdade disso tudo é que o RÁDIO QUALIFICADO tanto em AM como em FM continua sendo ouvido por quem compra o que se anuncia. Acho que tem gente jogando dinheiro fora. É isso aí.

Leia… edemarannuseck.blogspot.com

 

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *