O rádio vai sofrer uma grande mudança no Brasil

O artigo “Migração do rádio AM para FM. Verdades e mentiras” foi  publicado hoje, 19/06, no site do Sert/SC dando como Fonte: SERTESP e está aqui reproduzido na íntegra.

Hoje os canais de TV analógicos passam seu áudio pelo sinal FM. O som que recebemos na TV aberta entra na TV pelo sinal de 70 MHz até 87.3 MHz. Essa faixa se chama faixa estendida do FM. Com a migração de TV analógica para TV Digital, o sinal não passa mais pelo FM. Essa faixa vai ficar vazia. Mesmo usando essa faixa do FM, entre 70Mhz e 87.3 Mhz, sobra faixas em FM para novas rádios. Mas Araldi, como eu ouço isso? Meu rádio aparece a frequência de 87.5 até 108! Precisa de um rádio especial que consiga captar a versão estendida – já temos alguns comercializados no Brasil. Esse rádio recebe sinal de 70Mhz até 108Mhz. O Governo já fez o estudo técnico Como sabemos, o aumento da banda larga sem fio, sinal de celular e mais um monte de coisa que dá descarga elétrica prejudicaram o sinal AM. O Brasil decidiu migrar as emissoras de rádio do AM para o FM, mas não vamos só apertar um botão e PUM! Agora minha AM está com som digital no FM. O governo vai liberar frequências no FM para as emissoras de rádio em cidades que tenham viabilidade. São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte (por exemplo) já estão saturadas e não têm como realocar esse batalhão de rádios. Então, para essas cidades, será oferecido para as rádios AM o sinal do FM estendido. Em todas as outras localidades, a rádio que opera no AM pode desligar seu transmissor AM e ligar o seu FM e começar a sorrir. Para conseguir isso, o empresário terá que comprar um transmissor digital FM que é mais caro que o AM (chuto por baixo meio milhão de reais, depende da potência da rádio). Também terá que pagar uma nova concessão e esse valor não pode ser menor do que o menor valor pago por uma concessão na cidade. (Ex: se uma rádio na cidade pagou 150 mil reais na concessão, essa AM vai ter que pagar o mesmo valor com correção). O que ainda está vago é a classe que a rádio vai começar a operar, acredito que será a menor, como toda nova FM. Vai aumentando a potência aos poucos e com o passar dos anos. Uma rádio que tem uma grande potência no AM vai entrar com baixa potência no FM. O governo pode abrir uma linha de credito e financiar transmissores nacionais (não são os melhores). Essa mudança será onerosa e facultativa. No futuro, todas as novas rádios vão abrir em frequência única do 70Mhz até o 107.9 FM. Esse novo aparelho abre o rádio HD. A emissora que tenha um transmissor HD ganha outros sinais. Como assim? Exemplo: a emissora 92,8 FM ligou o transmissor HD. No seu rádio HD vai aparecer a frequência 92,8; 92,8.1; e 92,8.2. Você ganha duas novas rádios após o ponto. Pode no mesmo transmissor gerar a programação para o .1 e .2. Deu pra entender? 92,8 – Minha Rádio com sinal HD. 92,8.1 – Qualquer outra rádio que eu queira. 92,8.2 – Qualquer outra rádio que eu queira. E tudo isso com apenas 1 transmissor. Mas para funcionar, o rádio HD e todas as emissoras de TV devem parar de transmitir no sinal analógico e às rádios AM migrarem todas para o FM, ou FM estendido. Pouquíssimas rádios no Brasil já têm transmissor pronto para o HD Rádio, a Regional FM é uma das rádios prontas e preparadas. Quando o governo liberar, a Regional pode operar no HD. Acho que será muito bom para o ouvinte, mas não sei como será a audiência das rádios. Uma rádio musical no AM pode ter muito ouvinte porque o público não gosta de mudar de banda. Sendo obrigado a mudar, ele vai conhecer as outras rádios. Até ter essa mudança total, teremos rádios com internet. Até o rádio do carro vai ter 3G ou 4G. Eu não tenho rádio em casa. Escuto rádio pelo computador e assim todas têm som digital. Conheço um monte de gente assim. Essa mudança será rápida, rápida mesmo, até o fim do ano já poderemos ter rádio AM pegando no FM. Basta comprar um transmissor, pagar a nova concessão e pronto. Não será barato, mas será possível para quem tem “café no bule”. Era isso, o que escrevi não é o que eu acho, é informação de mais de 10 sites que estudei. Posso ter errado uma coisinha aqui ou ali, mas no geral é isso mesmo.

Fonte: SERTESP

Arquivo de artigos

19/06/13      Migração do rádio AM para FM. Verdades e mentiras

14/06/13     Migração da AM para ouras bandas

10/06/13      O rádio: companheiro e amigo inseparável

24/05/13      A TV do futuro, em cartaz há anos

23/05/13      Por que o rádio é importante para o seu negócio?

Categorias: Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *