O ROUBO DA GALINHA BIMBINHA

Quarta-feira, dia 28 de março. Dou aula de Rádio I para a quinta fase noturna do Curso de Jornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina. O assunto em pauta é entrevista e o destaque é o roubo das galinhas de dona Maria Eunice.
Por Ricardo Medeiros

A aluna Michelle Marcelino chega atrasada em sala de aula. Logo em seguida vem me cumprimentar e pedir desculpas por chegar naquele horário.
– Professor, eu fui à delegacia de polícia registrar um boletim de ocorrência.
A acadêmica me faz um relato completo. No dia anterior, doze galinhas de estimação da mãe dela, dona Maria Eunice, foram roubadas no bairro Potecas, em São José, cidade vizinha a Florianópolis. Sim, galinhas de estimação, não eram para consumo interno da família. Uma das aves se chamava Bimbinha e vivia há oito anos com dona Maria e o marido dela, Jiderson Simões. Foi presente do genro Marcelo, casado com Mihelle. Conforme a aluna, a mãe está inconsolável. Acusa os maconheiros da região de roubarem as galinhas.
Perguntada pelo professor se a mãe acreditava se as galinhas ainda estavam vivas, Michelle ficou em dúvida:
– Acho que não professor Ricardo. Ah… não sei!
O roubo da Bimbinha e das demais galinhas rendeu para o grupo da acadêmica Michelle Marcelino uma simulação de entrevista, exercício que foi feito em sala de aula. A acadêmica interpretou a mãe Dona Maria Eunice nos microfones do estúdio A da Estácio. Ao ouvirmos a entrevista, todos nós demos boas risadas. Desculpa dona Maria.

Categorias: Tags: ,

Por Ricardo Medeiros

Doutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, jornalista, escritor e professor de rádio do curso de Jornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina e assessor de imprensa da Prefeitura de Florianópolis. É um dos fundadores do Instituto Caros Ouvintes.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *