Oração do Locutor

Senhor Deus

Permita-me que com a voz

Eu possa levar muitos ensinamentos e

providenciais esclarecimentos

aos que me ouvem…

Permita-me que tenha o dom da palavra

E, que ainda consiga trazer conforto.

Principalmente aos que precisem,

e inspirar-lhes a esperança,

e fazer companhia

na solidão nossa de cada dia.

Senhor Deus

Mestre Espiritual

Energias benignas e iluminadas

Que ao fonetizar as palavras

Consiga além de interpretá-las

Consiga dar-lhes o valor que merece.

Que consiga dar-lhes afeto

Sem nada esperar em troca.

Prestigiando quem nos ouve.

Respeitando os dissidentes e

principalmente empunhando a defesa

Da liberdade, da solidariedade e

Sobretudo da valorização

do ser humano.

Que eu consiga respeitar

todos os credos e religiões.

Todas as ideologias e filosofias.

Todas as formas de vida.

Para que assim fazendo

Eu cumpra a nobre e difícil

missão da comunicação.

E na enorme e diversa tribo humana

Pretensamente Civilizada

Que eu consiga trazer finalmente a paz.

Com as palavras.

Com a simplicidade das crianças

Mas com a força dos guerreiros.

Que eu consiga trazer o perdão

Onde haja culpa e tristeza.

E tal qual São Francisco de Assis

Procure sempre mais consolar

do que ser consolado.

Compreender

do que ser compreendido.

Amar do que ser amado.
Pois afinal, é dando que se recebe.

E ao compartilhar a palavra e o

conhecimento

os multiplicaremos por mil

no vasto infinito

e construiremos

juntos a felicidade do saber.

Que consiga entender os erros,

Aprender com os tropeços e

Principalmente prestigiar

os colegas e colaboradores

Que numa teia complexa e perfeita

Tecem a arte final da mensagem.

Que a palavra dê o timbre

Que nos encontrará na vibração mágica

de todos os planetas,

Em todas as encarnações,

Em todas as poesias ou prosas.

E deixará um legado definitivo

De alegria, fé e felicidade

A todos os presentes,

Aos que já se foram

E, até mesmo aos que

Ainda não chegaram.

Por Gisele Leite

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *