OS 56 ANOS DE MÁRIO HUTTI NO MICROFONE DA RÁDIO DIFUSORA DE JOINVILLE

Severo, amigo. Li recentemente no Diário Catarinense uma pequena matéria sobre os 56 anos de Mario Hutti no microfone da Rádio Difusora de Joinville. Aos 71 anos de idade, o veterano locutor mantém sua rotina de bom radialista, apresentando seu programa sertanejo naquela emissora.
Por Jamur Júnior

Não conheço pessoalmente o Mário, mas, tomo a liberdade de me associar a todas as justas homenagens que prestam ao radialista. Acho que qualquer cidadão que consiga manter-se numa atividade profissional por 50 anos ou mais é merecer do nosso respeito e nossas homenagens.
Quando esse é um profissional que atua no rádio, as homenagens devem ser muito mais festivas. Todos nos, antigos radialistas, sabemos o que significa ficar 50 anos – mais ou menos que isso – entretendo, alegrando, informando milhares de ouvintes e acima de tudo de forma interessante para manter seus ouvintes nesse mercado, hoje, tão disputado.
Junto ao Mario Hutti, outro nome que deve ser lembrado, por se tratar de um dos maiores locutores de rádio da nossa historia e, também o Souza Miranda. O Souza é o mais longevo de todos os locutores do Brasil. Ele começou a falar no rádio em 1943 em Paranaguá e até hoje está em plena atividade em Florianópolis, cidade que adotou e ama intensamente.
Ambos são do tempo em que para falar no microfone de uma emissora era preciso ter boa voz, dicção perfeita, inflexão excelente nos textos, talentos que eram testados antes que o cidadão desse o seu “alô caros ouvintes”.
Parabéns ao Mário ao Souza e a todos os radialistas que comemoram um ano, dez, vinte, cinqüenta ou mais, nessa atividade profissional fascinante e altamente gratificante.


{moscomment}

Categorias: Tags: ,

Por Jamur Júnior

Radialista e jornalista e foi apresentador noticiarista de rádio e televisão em emissoras de Curitiba e Florianópolis. É autor dos livros Pequena História de Grandes Talentos contando os primeiros passos da TV no Paraná e Sintonia Fina – histórias do Rádio. Jamur foi um dos precursores do telejornalismo em Curitiba.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *