Os caminhos pedregosos do jornalismo

Quase final de semestre nas escolas e nas universidades. Nos cursos de Comunicação Social, a correria é grande para vencer a terrível barreira que se antepõe entre a conclusão e a não conclusão do curso. A sombra do TCC persegue todos, sem exceção e sem escolher cara, lugar ou hora: vai de quando o futuro jornalista acorda, chega no banheiro, olha no espelho e vê meio confuso, a dupla imagem que o persegue implacável: continuar estudante ou assumir a postura de jornalista desempregado. Isso, porém, ainda não é tudo. Tem a concorrência daqueles que têm jeito para escrever, como alerta o jornalista Humberto Werneck em artigo no Suplemento Literário de Minas Gerais, edição especial “Reflexões sobre o jornalismo cultural”, Belo Horizonte, 2012 e reproduzido pelo OI. Confira.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *