Ouvintes de rádio – 1

No Ceará, por inspiração de João Dummar, interessado por assuntos de radiotelefonia – como se denominavam então as atividades de radiodifusão -, a 28 de agosto de 1931 foi fundado o Ceará Rádio Clube (a designação era masculina). Sociedade civil integrada por “amadores da radiotelefonia”, no caso, os senhores Francisco Aprígio Riquet Nogueira, Clóvis Fontenele, Joaquim da Silveira Marinho, Eusébio Nery Alves de Sousa. E mais, Francisco Campello de Alencar Mattos, Diogo Vital de Siqueira, Álvaro de Azevedo e Sá, Sebastião Coelho Filho, César Herbster Dias, Jorge Ottoch, o próprio João Dummar entre outros. Como radiofonia o pioneiro foi João Dummar, fundou a Ceará Rádio Clube (PRE-9) em 1934.

Outras emissoras se sucederam à pioneira. A Rádio Iracema em 9 de outubro de 1948(ZYR-7), fundada pelos irmãos José Parente, Flávio Parente e José Josino Costa. A emissora do pássaro a Uirapuru veio em 16 de junho de 1956, através de um audacioso projeto de José Pessoa de Araujo, Aécio de Borba Vasconcelos, coadjuvados por amigos como José Júlio Cavalcante, Luis Crescêncio Pereira, era carinhosamente conhecida como a boazinha, à casa do esporte.

Em primeiro de janeiro de 1957, nasce à rádio Verdes Mares. Das mãos de Paulo Cabral de Araújo e desse grupo político UDN (União democrática Nacional), se destacaram: José Flávio Costa Lima, Hildo Furtado Leite, José Pontes de Oliveira (Banco União), a Verdes Mares foi negociada com o Grupo Edson Queiroz, em julho de 1962. A Rádio Dragão do Mar foi montada em 25 de março de 1958, pelo antigo Partido Social Democrático (PSD), com vistas à campanha sucessória daquele ano ao governo do estado do Ceará.  A Rádio Assunção Cearense foi inaugurada em 11 de fevereiro de 1962.  A visão apostólica de Dom Antonio Lustosa, Dom José Delgado foi primordial para a fundação da emissora.

Essas foram às primeiras emissoras de rádio que ficaram conhecidas e eternizadas nos corações dos cearenses e pela atuação dos nomes de vulto da radiodifusão cearense como Cabral de Araujo e Paulo Cabral Araujo, José Lima Verde, Eduardo Campos, Mário Alves, Evaldo Gouveia, Armando Vasconcelos, Haroldo Serra, Carlos Alberto, José Lisboa (Filho do grande Maestro Lisboa), Ayla Maria, Terezinha de Jesus, O “Bem-te-vi” e o “Rouxinol” (Alan Neto e Ivanilde Rodrigues). Ivanildo e seu conjunto, Nozinho Silva e seu irmão, Celina Maria (soprano), Lúcia Elizabeth, foi uma precursora da Gretchen; Eduardo Fernandes (Dudu), Moreira Filho, Zuila Aquiles. Terezinha Nogueira, Edson Martins, Edilmar Norões, Guilherme Neto, João Ramos, Augusto Borges, Gerardo Barbosa, Rômulo Siqueira, Aderson Braz. As irmãs vocalistas (Cleide e Adamir Sousa Moura), Leocácio Ferreira, Jaime Rodrigues, Afrânio Peixoto, Fernando Jaques, Almir Pedreira, Wilson Machado. Narcélio Lima Verde, Mozart Marinho, Antônio de Almeida, Maria de Aquino (a primeira Locutora do Ceará) Ruth de Alencar, Neide Maia, Carmem Santos, Carlos Augusto (Cantor), Arnoldo Leite, Paulo Cirino, João Bob, Joran Coelho (cantor), José Auriz Barreira (cantor), Guilherme Neto, Gilberto Silva, Fernando Menezes, Giácomo Ginari. Wanda Santos, Dulce Maria (filha da rádioatriz Ângela Maria), Estelita Nogueira, Zuíla Veras, Isis Martins (Maria José). Maria Alice e Maria de Lourdes (Irmãs Bernardo), Maria Guilhermina (Filha da pianista Maria de Lourdes Gondim), Cleide e Adamir Moura (Irmãs vocalistas), Fátima Sampaio, Terezinha Silveira, Salete Dias. Marilena Romero, Telma Regina, Vera Lúcia e Cleide Moura, Irapuan Lima, Laura Santos, Consuelo Ferreira, Oliveira Filho, Ângela Maria, Glaúria Farias, Maria José Braz, Mirian Silveira, Célio Cury, Salete Dias, Luiz Assunção, Humorista picolé, Orlys Vasconcelos, Paulo Lima Verde, Luiz Irapuan, Eduardo Fernandes, Matos Dourado, entre outros.

Categorias: , Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *