Palpites e especulações – Lidar com a realidade

A Copa do Mundo tão criticada por uns e elogiada por outros está passando pelo menos uma lição interessante. Palpites, previsões, análises, especulações e etc. Os resultados dessas questões nos mostram que nem tudo é o que parece ser, e o que parece ser nem sempre é.

Quem não ouviu comentários como esses?

“A Espanha é uma das favoritas, atual campeã e tem um grande time”. “A Itália é Tetracampeã, mais um título e alcança o Brasil”. “E Portugal de Cristiano Ronaldo?” “A Inglaterra foi campeã só uma vez, lá em 1966, mas é perigosa”.
Quanto ao Brasil, o leitor (a) sabe quantas foram às especulações. A verdade, a grande verdade é que até previsão do tempo nos espanta ou decepciona. Ótimos aparelhos e bons profissionais lidam com as previsões do tempo que fazem a diferença no nosso dia a dia, e ainda assim, tudo pode mudar tudo pode acontecer.

Em nossa vida pessoal não é diferente. Aquele que diz “casar, eu? Ta é louco”, esse geralmente casa em pouco tempo. São traições perdoadas. Promessas não cumpridas. “Perdoar ela? Nunca!”.

Logo estão os dois de mãos dadas, numa boa. Dizer que faremos isso ou aquilo; são planos.

Viver sem planejamento, sem objetivos, deve ser um problema. Sempre é bom ter metas, alvos, sonhos, e claro, “fazer por onde”, quer dizer não esperar que algo vá cair do céu.

Mas e a Copa do Mundo mencionada ali no início da crônica? É uma amostra de saber lidar com mudanças de planos. Com decepções. Expectativas adiadas, para alguns, sem uma segunda chance. Somente do dia 13 de julho é que saberemos quem erguerá a taça, o troféu mais almejado por um jogador de futebol. Nesta sexta-feira, dia 04 julho, vamos saber um pouco mais. Seja no esporte ou na vida pessoal temos planos, expectativas. Quando temos êxito à alegria toma conta. Quando não temos precisamos saber lidar com sentimentos mais difíceis. E está nessa maneira de saber encarar vitórias e derrotas como será o nosso futuro.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *