Papo Livre 66

Muitos anos atrás, a gurizada do meu bairro, ficava ansiosa com a aproximação do Natal para ajudar na construção do presépio da Igreja do Coração de Maria. Muitos eram coroinhas da Igreja e junto com o vigário padre Péres e alguns congregados marianos a gente fazia  o que nos parecia uma longa e atraente viagem. A gente ia à Santa Felicidade, na Cascatinha, buscar no bosque local musgos para o Presépio. O restaurante era pequenino, uma casa antiga de madeira. Não havia asfalto a estrada era de macadame com muitos buracos. Parecia tão longe a Cascatinha…

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *