Para onde caminha o jornal impresso

Jornalistas e publicitários se dividem sobre o futuro, enquanto uma pesquisa com gerações mais novas mostra o baixo índice de leitura.

Impresso-2-640x474E cuide-se, leitor. Porque o “leitor é coautor”. É o que afirma a editora Amaline Mussi, no texto de orelha do livro, quando diz “Você está convidado(a) a integrar-se a jornalistas e publicitários notáveis, os quais se posicionaram a respeito da questão tema ‘Para onde caminha o jornal impresso?’” E esclarece: “A indagação foi suscitada pelos estudantes da 4a. fase de Jornalismo de 2013-1, do Campus de Pedra Branca da UNISUL”.

Já os autores deste recente lançamento da Editora UNISUL esclarecem que os profissionais ouvidos por eles, “se dividem em relação ao futuro do jornal impresso. Têm, entretanto, a mesma argumentação em defesa de uma necessária e urgente mudança no conteúdo jornalístico. Da mesma forma, os publicitários advogam a importância da adequação dos jornais, em curto prazo, a uma nova realidade, embora alimentem otimismo”.

O professor/orientador deste projeto, Laudelino José Sardá, diante da pergunta O jornal impresso insistirá em permanecer como noticiarista de acontecimentos nos limites do esgotamento suscitado na internet?, pondera que “o jornalismo está fascinado e desnorteado com o surpreendente impacto das mudanças” e afirma “O jornalismo vive atordoado, usando as mesmas técnicas profissionais dos anos 1970 na velocidade do terceiro milênio”.

Distribuição gratuita. Contato: editora@unisul.br ou pelo telefone (48) 3279-1088 com indicação do Instituto Caros Ouvintes.

2 respostas
  1. Luana Gomes says:

    Olá, gostaria de ter acesso ao livro, mas o email citado no texto não funciona. Assim como o comentário anterior, acredito que esteja faltando algo. Att.

  2. Antunes Severo says:

    Olá Luna,
    Desculpa nossa falha.
    Já fizemos a correção do endereço na matéria, somos gratos.
    O endereço de e-mail é editora@unisul.br (não tem .com)
    O telefone da editora é 48 3279-1088.
    O livro é gratuito, mas a editora cobra o frete.

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *