Para Sean Penn, nova parceria com Pnud levará a mudanças no Haiti

Em entrevista à Rádio ONU, ator americano diz estar honrado em trabalhar para a ilha caribenha; projeto lançado com Governo Haitiano quer melhorar a integração com ONGs.

MÍDIA | Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York

Sean Penn durante evento na ONU

O Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud, o governo do Haiti e organizações não-governamentais lançaram, nesta segunda-feira, uma iniciativa para o país. Com o projeto, entidades devem trabalhar mais unidas ao governo nas iniciativas de redução da pobreza. Após o terremoto de janeiro de 2010, diversas ONGs internacionais iniciaram trabalhos para a reconstrução da ilha caribenha. Uma delas é a J/P, fundada pelo ator e ativista americano Sean Penn. Nesta entrevista à Rádio ONU, durante o lançamento do projeto em Nova York, Sean Penn definiu a parceria como uma “janela mágica”, que vai dar às ONGs uma visão clara do que o Haiti precisa. Para Penn, o projeto vai levar a uma mudança cultural na maneira como as ONGs vem trabalhando no Haiti desde o sismo. O ator avalia que a partir de agora, as organizações terão de se empenhar no que é realmente necessário ao país, ouvindo sempre o governo.

O ator avaliou que quase três anos após o terremoto, a atenção do mundo precisa voltar ao Haiti, e os programas humanitários ter o mesmo vigor de quando a tragédia aconteceu.

Ao ser questionado se o Haiti é a segunda casa dele, Sean Penn respondeu que se sente honrado em trabalhar pelo país.

Já o coordenador humanitário da ONU para o Haiti, Nigel Fisher, falou sobre a importância de ações combinadas entre organizações e governo.

“Há uma frustração do lado haitiano, eles não sabem o que acontece com as  organizações estrangeiras (que atuam) no país. O acordo é que as ONGs e o governo vão trabalhar juntos em um contexto de prioridades nacionais. Do lado do governo, a promessa de facilitar os trabalhos das ONGs. E do lado das ONGs, de apoiar as prioridades da nação”.

Só o Comitê de Coordenação de ONGs no Haiti tem 44 entidades internacionais associadas, a maioria da Europa e dos Estados Unidos.

Já o Pnud trabalha em mais de 30 projetos voltados para reconstrução, redução da pobreza e saúde.

Categorias: , Tags: , , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *