Paulo da Baiúca

O auditório da Rádio Guairacá revelou para o público de Curitiba um pernambucano simpático, falante e muito animado. Paulo César apresentava um programa noturno cheio de atrações que iam de cantores do elenco da emissora a grandes astros da música nacional e internacional, mágicos e humoristas. 

O programa “Turbilhão de Atrações” oferecia distração e entretenimento sadio para todos os gostos. Um humorista de um circo da cidade, chamado Coronel Lingüiça garantia bons momentos de alegria e sonoras gargalhadas no auditório. O público que vibrava com as atrações artísticas, participava em quadros onde se submetiam a testes de conhecimentos gerais. Paulo César costumava dar prêmios em dinheiro para os participantes de sua “Maratona Intelectual”, uma das atrações mais concorridas.

O forte de seu programa era o desfile de grandes cantores nacionais que apresentava semanalmente.  Paulo era empresário de artistas e fazia contratos semanais com vários clubes de Curitiba, para apresentação em shows e bailes.  Nesses contratos ele assegurava a exclusividades de participação do artista no seu “Turbilhão de Atrações”.

Agostinho dos Santos, Tito Madi, Silvio Caldas, Cely Campelo e a estrela norte-americana Brenda Lee, foram alguns dos cantores famosos que desfilaram no auditório da Rádio Guairacá por conta da iniciativa de um radialista que ganhou prestigio e popularidade com sua simpatia e alegria no desempenho de sua atividade profissional.

Foi no programa de Paulo César, que alguns privilegiados radialistas ouviram pela primeira vez, os acordes iniciais da bossa-nova, feitos no violão por João Gilberto. Ele ensaiava antes de se apresentar  e mostrou para um pequeno grupo  o que viria a ser o ritmo que iria dominar o ambiente musical do país por muitos anos. Esse pernambucano, amigo e cordial, deixou o auditório do rádio para se dedicar aos programas de estúdio. Um de seus sucessos na carreira em Curitiba foi o programa “A Baiúca do Xiló” onde fazia muito barulho, transmitia um pouco de sua alegria e contava com a participação de seus fiéis ouvintes.

Além de bom apresentador era um empresário de artistas com boa visão de mercado e uma forte dose de ousadia. Certa feita contratou o cantor gaúcho Teixeirinha que dava os primeiros passos para a fama. Com sua sanfona e uma cuia de chimarrão, Teixeirinha ficou um mês contratado por Paulo César se apresentando no programa de rádio, em shows e clubes de várias cidades do Paraná.

Jamur Jr (do livro Sintonia Fina)

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *