Paulo Josué e a Rádio Caiçara

Nos anos 1980, o comunicador Paulo Josué era quase um sinônimo da Caiçara, de Porto Alegre, a principal emissora popular da Rede Pampa de Comunicação, de Otávio Gadret. De fato, a emissora – brega para alguns, popular para outros, povão, com certeza, para todos – era também sinônimo deste radialista e de sua atuação ao microfone.

Paulo Josué, em homenagem ao aniversário de 50 anos – Foto: Rádio Caiçara.

Não que fosse o único a se destacar na rádio, que, em termos de audiência, vai perder espaço para Sergio Zambiasi e o seu Comando Maior, na Rádio Farroupilha. Os estilos eram diferentes. Embora com boa dose de assistencialismo e noticiário policial, a fórmula da Caiçara apelava mais para a diversão e uma espécie de companheirismo, para usar uma palavra de hoje, virtual.

No de tudo em pouco do rádio povão, a Caiçara ia da oração bem ecumênica para não excluir ninguém a uma mensagem para as mães, passando por informações sobre carros roubados, assaltos, uma e outra anedota, alguma adivinhação e música, música tão cuidadosamente escolhida que, durante um bom tempo, era programada pelo próprio Gadret. No meio de tudo, ainda, havia a participação do ouvinte.

Paulo Josué

Nos mais diversos horários, ao longo dos anos, em idas e vindas de e para a Caiçara, Paulo Josué acredita ter mantido um estilo bem definido, mas eclético:
– Eu acho que faço as pessoas se emocionarem, rirem. “Posso contar uma piada?” – e aí eu conto uma piada, que na verdade não pode vir solta. Eu sempre tive coisas muito minhas, como o Recado de Amor, aí eu abro uma pasta e está cheia de recadinhos, tipo “Me ame quando eu menos mereça que é quando eu mais preciso”. A pessoa que ouve rádio, o rádio supre aquela carência afetiva, aquela solidão que é inerente à cidade grande. Eu passo seis horas por dia com a mulher, com a dona-de-casa. Eu tenho muito mais afinidade com ela do que o marido dela, porque eu falo tudo o que ela quer ouvir, falo de perto as coisas pra ela, falo dos meus filhos, falo da minha mãe. Depois, chego e faço a oração das mães… O rádio é muito pessoal
Então, há que relembrar com o próprio alguns momentos do rádio povão. Por exemplo, o apelo à religiosidade do público:
– Entrava uma música… Tudo com trilha, porque tem que ter aquela roupagem. “Vamos chamar a mãe pra perto do rádio… Minha amiga que amanheceu triste hoje… O marido saiu de novo pra buscar um emprego, saiu a pé… O filho que tá na rua, onde tá teu filho agora, mãe? Quem é o amigo do teu filho? Aquela que brigou com a nora, a mãe que tá longe dos netos, porque por alguma razão a filha foi embora e seu genro tá de mal com ela, a mãe que dormiu mal esta noite, a mãe que tá com saudade, a mãe que tá com aquele aperto no peito, que tem chorado… Chega pra perto do rádio. Vamos nos reunir em oração buscando a intercessão da Virgem Maria, mãe de Jesus, que sofreu tanto por ver seu filho morto na cruz…
Mãe, reza comigo, mãe.” E aí entra a Ave Maria de Gounod, uma versão mais moderna, eu rezo uma Ave Maria, bem lida, e aí, quando digo “amém”, entra aquele tum… tum… tum…, já a metade da música, aquilo é um lastro para que as pessoas fiquem absorvendo tudo o que foi dito.

Outra característica é a de tratar o ouvinte como uma pessoa próxima, um indivíduo em meio à massa:
– Eu tenho uma agenda grande de rádio com os aniversários. Aquilo é uma maneira de prender as pessoas. Amanhã, eu vou falar do aniversário da fulana, da beltrana, todo dia é aquilo de “parabéns a você”, “um abraço pra você que está de aniversário hoje, felicidades, um abraço pra…”, e aí abria a agenda ali. Cada ouvinte que morria, quando eu era participado botava uma cruzinha. “Olha, eu quero mandar um beijo pra família do meu amigo Ayrton hoje, se ele fosse vivo hoje estaria de aniversário”. O pessoal ficava pensando, o cara lembrou da morte do meu pai, aquilo tocava profundamente as pessoas.

Paulo Josué e a Rádio Caiçara

E aí vale também a criatividade do comunicador:
– Tinha A Hora do Espanto. Eram coisas que eu escrevia, que eram versinhos, onde parecia que ia resultar num poema, e não era poema, era pra rir, porque uma poesia solta no meio do programa não cabia, mas isso aqui era gandaia. “Descrição sempre ajudou/ nenhum de nós isto nega./ A mulher quanto mais quieta/ mais rende na hora do pega.” ou “Maldito do falatório/ contra a mulher que separa./ Desistiu de ser babaca,/ cansou de levar na cara./ No entanto o preconceito contra ela já ataca:/ o marido é o coitadinho/ e a infeliz é a jararaca”. A mulher que separa, tchê, é uma pessoa carente, pessoa carente ouve rádio o tempo inteiro. Aquilo ali bate forte no coração delas!

Paulo Josué ainda viveria um momento único na Caiçara. Foi no dia 15 de março de 1989, marcado pelas centrais de trabalhadores como Dia Nacional de Greve. Na véspera, em uma assembléia no Sindicato dos Radialistas, ele, como delegado e representante de seus colegas, faria um breve discurso, fazendo referência ao slogan da emissora:
– Amanhã, tenham a certeza, a Rádio Caiçara, onde a música não pára, vai parar…
Como conseqüência, a emissora, em um dos exemplos de maior mobilização da categoria, chega a ficar fora do ar por algumas horas no dia seguinte, fato raro na história das relações trabalhistas no rádio.

Todas estas são pequenas amostras de um rádio que, mais do que o feito em qualquer outro segmento, questões estéticas e de gosto à parte, tende a ser esquecido, exceto, é claro, pela imensa massa de seus ouvintes. Rádio para o qual, com freqüência, a universidade torce o nariz, mas esquece que, nele, estão várias pistas para compreender a grandeza e a miséria deste povo brasileiro. Dele, os registros são mínimos, gravações não há, mas o radinho segue ali, ao lado de muitas donas-de-casa, de empregadas domésticas, de trabalhadores, como um conforto, se você for otimista, ou como uma alienação, se cair no pessimismo. Mas, afinal, qual rádio não é assim, oscilando do lazer contagiante à dura realidade?

90 respostas
« Older Comments
  1. CECÍLIA E CÁSSIO FRANÇA says:

    A Beleza do Natal está na união.
    A Beleza do Ano Novo está na esperança.
    A Beleza da Vida está em cada um de nós.

    Feliz Natal e próspero Ano Novo!

  2. Iolanda Fontoura says:

    Adoro seu programa.Sou sua Fãzona! Sou de do bairro niterói, a Iolanda, mãe da Paloma. Beijos

  3. Nelcy Fritch says:

    Lembra de min?
    Sou a Nelcy Fritch do sítio de Montenegro. Adoramos o teu programa. Devoramos os teus livros.
    Nosso “galo Pareci” canta igual o teu galo Cacequi.
    Bjs Nelcy, Marcos e Marília

  4. ALDAIR VARGAS says:

    AMIGO PAULO JOSUÉ !!!
    DESEJO A VOCÊ E SUA FAMÍLIA UM FELIZ ANO NOVO !!!
    QUE 2012 SEJA REPLETO DE REALIZAÇOES !!!!
    UM FORTE ABRAÇO DO AMIGO ALDAIR VARGAS

  5. PAULO SIDINEI SCHMIDT says:

    Grande Amigo e Comunicador PAULO JOSUÉ,QUE ALEGRIA….E SAUDADES DO AMIGO…feliz ano novo a ti e sua família,um abração…Eu continuo em SANTA MARIA na Rádio Santamariense.

  6. lourdes bandeira rodriques schefer says:

    Paulo escuto sempre a radio gostaria que tu me mandase um aló sou a Lourdes do lami

  7. Honorina Cartier says:

    Olá, sou sua ouvinte e adorei a mensagem que foi lida hoje (27/01/12) pela manhã

  8. VERA LUCIA FOSSATTI SCHEROLT says:

    Oi Paulo deves lembrar de mim fiz amizade com vc em 1980 morava em Porto Alegre te ligava todos os dias vc era locutor da radio atlantida fm conversávamos bastante por telefone vc me recebeu em seu apartamento isso foi num sábado de sol radiante em plena 3 hs da tarde nunca vou esquecer desse dia ficou marcado para sempre na minha vida,foi um momento único vc é uma pessoa maravilhosa,carismática,simples de um coração enorme te adorooooooooo.Um beijão.Saudades.

  9. sirlei Bairros cremer says:

    Ola Paulo, sou a sirlei do bairro auxilidora ,ja estive pessoalmente ai, quando vc estava com a produtora Dani,lembra? voce gostou das minhas unhas pintadas me deu gentilmente um bilhete declarando sua alegria ao me conhecer o qual guardo com mto carinho,e a reciproca e verdadeira,sou a psicologa loira,dificlmente ligo pois graças a Deus seu programa tem muita audiencia e eu nao consigo ligaçao,mas estou sempre com meu redial trancado na caiçara mais especificamente no seu programa.Voce e um sucesso,parabens continue assim verdadeiro,eu te adoro e admiro seu talento!!!!! parabens .bjos. sirlei da auxiliadora

  10. Fatima candido says:

    Uma amizade verdadeira ,é bem melhor do que um amor frustado.
    Ser mulher é revelar o que tem melhor no homem.
    Sua amiga de sempre beijos .

  11. Silvia Belem Velho says:

    Paulo sou tua ouvinte das 6h ás 6h30mn todas manhas gosto de ouvir o horoscopo se possivel leia touro. Voltei a estudar para sair da depressão foi muito bom. BEIJOS

  12. sirlei de santa isabel says:

    Feliz pascoa pra voce e sua equipe e a sua familia,e para os amigos da caiçara.
    E um bom fim de semana.

  13. MARA RUBIA LARROYD says:

    PAULO BOM DIA PARA VC TE EMCONTREI DE NOVO ESTOU MTO FELIZ MINHA MAE TE ADORA ELA ESTAVA SEMPRE COM VC NAS FESTAS E BIMGOS DE CANOAS .BJS.

  14. Marina Oliveira says:

    OBS. PAULO NÃO LEIA NO RÁDIO( NO AR), PODE ATÉ COMENTAR. OBRIGADO…
    Caro Amigo, Paulo Josué e Belissimo Locutor.
    Estive no Dia 09 de Abril, no encontro no Mercado Público, estava sentada no lado das janelas, vc irá lembrar de mim, no final, estive em sua frente para ser atendida e deixei em cima da mesa uma lembrancinha de Páscoa, espero que tenhas gostado, e juntamente um cartão Profissional, não pude esperar, pois precisava voltar para o trabalho, queria muito conversar com vc, mais não foi possivél, e com certeza não faltará oportunidade, irei sábado no encontro, Parabéns pelo seu programa, Amo a oração das Mães, vc deve ser bom filho, admiro isso.
    Bjos e fica com Deus.
    Marina

  15. Marina Oliveira says:

    Adoroo, posso contar uma piada.
    Será que eu posso contar uma piada.
    Na fila do ônibus estavam uma senhora e todos seus 10 filhos.
    Junto deles estava um senhor de meia idade, com uma das pernas de pau.
    O ônibus chegou, a criançada entrou primeiro e ocupou todos os bancos vazios.

    O senhor e a senhora entraram e ficaram de pé.
    Na arrancada do ônibus o senhor da perna de pau, com visível dificuldade, desequilibrou-se para trás, e o barulho foi inconfundível: TOC, TOC, TOC…

    Quando o ônibus freou, a mesma coisa aconteceu, agora para frente: TOC, TOC, TOC…
    Na arrancada, novamente: TOC, TOC, TOC…E assim foi, por várias vezes.

    Num determinado momento, já incomodada com o barulho e, ao mesmo tempo, tentando ser gentil, a mãe das 10 crianças disse ao perneta:
    —Perdão, mas eu gostaria de lhe fazer uma sugestão: Por que o senhor não coloca uma borrachinha na ponta do pau? Certamente diminuirá o barulho e incomodará menos a todos.

    Imediatamente, o perneta respondeu:
    —Agradeço a sugestão, mas há alguns anos, se a senhora também tivesse colocado uma borrachinha na ponta de um pau, todos nós estaríamos sentados, numa boa…

    MINISTERIO DA SAÚDE E O DA EDUCAÇÃO ADVERTEM: “USE BORRACHINHA”

    “Moral da história, quem diz o que quer, ouve o que não quer”

    Bjos

  16. Marina Oliveira says:

    Paulo se vc achar muito, mando menos, me Avise? essas são “Moral da História”, estou compartilhando com vc, pode passar adiante, Muito Boas.

    PROBLEMA É SÉRIO:

    O sujeito vai ao psiquiatra
    – Doutor – diz ele – estou com um problema: Toda vez que estou na cama, acho que tem alguém embaixo. Aí eu vou embaixo da cama e acho que tem alguém em cima. Pra baixo, pra cima, pra baixo, pra cima. Estou ficando maluco!
    – Deixe-me tratar de você durante dois anos, diz o psiquiatra. Venha três vezes por semana e eu curo este problema.
    – E quanto o senhor cobra? – pergunta o paciente.
    – R$ 120,00 por sessão – responde o psiquiatra.
    – Bem, eu vou pensar – conclui o sujeito.
    Passados seis meses, eles se encontram na rua.
    – Por que você não me procurou mais? – Pergunta o psiquiatra.
    – A 120 paus a consulta, três vezes por semana, durante dois anos, ia ficar caro demais, ai um sujeito num bar me curou por 10 reais.
    – Ah é? Como? Pergunta o psiquiatra.
    O sujeito responde:
    – Por R$ 10,00 ele cortou os pés da cama…
    Moral da História:

    MUITAS VEZES O PROBLEMA É SÉRIO, MAS A SOLUÇÃO PODE SER MUITO SIMPLES!
    HÁ UMA GRANDE DIFERENÇA ENTRE FOCO NO PROBLEMA E FOCO NA SOLUÇÃO.
    _______________________________________________

  17. Marina Oliveira says:

    MUITA CALMA!

    Entra um senhor desesperado na farmácia e grita:
    – Rápido, me dê algo para a diarréia! Urgente!
    O dono da farmácia, que era novo no negócio, fica muito nervoso e lhe dá o remédio errado: um remédio para nervos. O senhor, com muita pressa, pega o remédio e vai embora.
    Horas depois, chega novamente o senhor que estava com diarréia e o farmacêutico lhe diz:
    – Mil desculpas senhor. Creio que por engano lhe dei um medicamento para os nervos, ao invés de algum remédio para diarréia. Como o senhor está se sentindo?
    O senhor responde:
    – Cagado… mas tô tranquilo.
    Moral da História:
    “POR MAIS DESESPERADORA QUE SEJA A SITUAÇÃO, SE ESTIVER CALMO, AS COISAS SERÃO VISTAS DE OUTRA MANEIRA

  18. Marina Oliveira says:

    DE ONDE VEM OS BEBÊS RUIVOS?

    Depois do bebê nascer, o pai, aflito, foi falar com o obstetra.
    … “Senhor doutor, estou muito preocupado porque a minha filha nasceu com cabelos ruivos. Não pode ser minha!”
    “Que disparate!” disse o médico.
    “Mesmo que tu a tua mulher ambos tiverem cabelo preto, podem ter cabelos ruivos nos genes da vossa família.”
    “Não é possível!” insistiu o pai. ”
    Ambas as nossas famílias têm tido cabelos pretos há muitas gerações.”
    “Bem,” disse o médico “tenho de perguntar… Com que frequência tu e a tua mulher praticam sexo?”
    O homem, envergonhado, respondeu: “Este ano tenho andado cansado de trabalhar muito.
    Só fizemos amor uma ou duas vezes nos últimos meses.”
    “Então aí está!” disse o médico confiante. “É ferrugem!”

  19. LUIR TERESINHA DA SILVA says:

    Ola, Paulo Josue tudo bem? Sou Luir moro na cidade de Lajeado sou costureira e tambem instrutora ou seja Professora de corte e costura. Sou ouvinte deste maravilhoso programa todos os dia, sempre a partir das 9 hrs porque antes tenho outros compromissos. Peço-te inclua meu nome no livro de oração. Abraços a todos a tí para Amanda e para os demais de seus colegas muito obrigado e um bom dia

  20. Marina freitas says:

    PAULO SEGUE AQUI UMA HOMENAGEM AS MAES QUERIDAS.DE MARINA FREITAS MORRO SANTA TERESA.

    ALMA DE MULHER: DE UMA MÃE!

    NADA MAIS CONTRADITÓRIO DO QUE SER MULHER, SER MÃE
    MÃE QUE PENSA COM O CORAÇÃO, AGE PELA EMOÇÃO, E VENCE PELO AMOR.
    QUE VIVE MILHÕES DE EMOÇÕES NUM SÓ DIA E TRANSMITE CADA UMA DELAS, NUM ÚNICO OLHAR.
    QUE COBRA DE SÍ A PERFEIÇÃO E VIVE ARRUMANDO DESCULPAS PARA OS ERROS, DAQUELES A QUEM AMA.
    QUE HOSPEDA NO VENTRE OUTRAS ALMAS,DÁ LUZ E DEPOIS FICA CEGA,DIANTE DA BELEZA DOS FILHOS QUE GEROU.
    QUE DÁ ASAS, ENSINA A VOAR MAS NÃO QUER VER PARTIR OS PASSÁROS, MESMO SABENDO QUE ELES NÃO LHE PERTENCEM.
    QUE SE ENFEITA TODA E PERFUME O LEITO.
    AINDA QUE SEU AMOR NEM PERCEBA MAIS, TAIS DETALHES.
    QUE COMO UMA FEITICEIRA TRANSFORMA EM LUZ E SORRISO, AS DORES QUE SENTE NA ALMA, SÓ PARA NINGUÉM NOTAR.
    E AINDA TEM QUE SER FORTE, DAR O OMBRO PARA QUEM NELE PRECISE CHORAR.
    FELIZ DO HOMEM QUE POR UM DIA SOUBER, ENTENDER.
    A ALMA DE UMA MULHER! DE UMA MÃE!
    “COMO DIZ O LIVRO” “TALMUD HEBRAICO”
    CUIDA-TE MUITO EM FAZER CHORAR UMA MULHER, UMA MÃE
    POIS DEUS CONTA AS SUAS LÁGRIMAS.
    A MULHER, FOI FEITA DA COSTELA DO HOMEM.
    NÃO DOS PÉS PARA SER PISOTEADA, NEM DA CABEÇA PARA SER SUPERIOR.
    SENÃO DO LADO PARA SER IGUAL.
    DEBAIXO DO BRAÇO PARA SER PROTEGIDA E DO LADO DO CORAÇÃO PARA SER AMADA.

  21. colorado da balazar says:

    UM GRANDE E FRATERNO ABRACO, ESTAMOS JUNTO E MISTURADO GRANDE RADIALISTA

  22. yasmin says:

    paulo o meu é yasmin scouto dos santos,eu só gostaria de dizer q a minha mãe escuta todos os dias a rádio ela é fã numero 1. EU QUERO MANDAR UM BEIJÃO PRA ELA E DIZER Q A AMO MUITOO

  23. Marina freitas says:

    PAULO GOSTARIA DO TEU EMAIL, E DO EMAIL DA AMANDA, TENHO UM MONTE DE COISAS MUITO LEGAL PARA MANDAR PRA VOCÊS, INCLUSIVE MENSAGENS TOCANTES QUE VC PODE SE QUISER APROVEITAR PARA SEU PROGRAMA, OK
    AH NÃO FUI AINDA BUSCAR OS ÓCULOS NAS ÓTICAS DINIZ, PORQUE ESTOU CORRENDO COM MINHA MAEZINHA AO MÉDICO, ONTEM FIQUEI A TARDE TDA COM ELA NA SANTA CASA, ALÉM DE ELA TER VÁRIOS PROBLEMAS DE CORAÇÃO, APARECEU UMAS VIRIDINHAS NO NARIZ, QUE O MÉDICO VAI INVESTIGAR, SE É DIABETES OU SUSPEITA DE CANCER DE PELE, MAIS ELA É POSITIVA E TEM MUITA FÉ, NÃO TEME A MORTE, ACREDITA EM DEUS.POR ISSO QUE ESTA AQUI AINDA, PARA ELA NÃO TEM MAL TEMPO, ESTA TUDO SEMPRE MUITO BEM, MINHA MÃE MINHA DEUSA, AMO MUITISSIMO ELA DE TDO MEU CORAÇÃO, AGRADEÇO A DEUS TDOS OS DIAS POR ELA. BJOS

  24. roberto machado says:

    paulo josue gostaria que vc nos desce uma ajuda moramos em arroio dos ratos no loteamento farroupilha tem 60 lotes mas nao temos luz aqui prefeitura e incorporadora nao colocam energia de forma alguma gostaria que claro dentro do possivel vc nos desce alguma indicaçao do que devemos fazer aonde procurar nossos direitos ja esta correndo em sao jeronimo junto a promotoria publica uma açao quem vendeu os lotes foi silvio alberto passuelo se estiver a seu alcance conto com sua colaboraçao te agradeço desde ja roberto contatos 97405254 trabalho na thomas flores como segurança de rua de segunda a sexta feira na jose otao numero 170 turno noite

  25. Fatima Candido says:

    O valor de uma pessoa não está na beleza,da sua face,nem na riqueza de seus bens,mas na simplicidade de suas palavras…então vou te dizer.
    Te desejo a fortuna do tio patinhas,os amores da margarida,a sorte do aladin,o humor do pateta,e que sejamos como tico e teco,dois pequenos grandes amigos!
    parabéns seus amigos Fatima Candido,Kleiton,Tatiane e Anderson BEIJOS

  26. jussara Nunes da Silva says:

    Muita saúde e muita paz , felicidade sucesso só ñ sei se voces leêm esses Email p/ telefone eu ñ sei mandar, tento ligar é impossível está faltando sorte p/ eu falar c/ a radio; mas um dia vai dar. UM ABRAÇO P/ todos vocês e boa festa.Que deus proteja. Jussara da Silva

  27. Kelly Gabardo says:

    Gostaria de agradecer ao amigo Rogério por ter ajudado com a musica Tomorrow’s Love – Hugo Montenegro & His Orchestra

  28. paulo nunes da silva says:

    eu queria saber qual e o telefone da caicara de POA obgd………….. gosto muito de ouvir a caicara sempre ouso todo mundo ligar e me deu vontade tanbem de ligar.

  29. Sandro Rodrigues da Silva says:

    Pessoal o nome da música instrumental de fundo assoviada chama-se Tomorrow’s Love – Hugo Montenegro & His Orchestra!procurem no You tube por esse nome!

  30. Elaine Mello Martins says:

    Paulo Jose estou escrevendo em nome de Minha irmã Elsa Martins de Cachoeira do Sul ,pois te escuto desde e 2009 Desejo-te um Feliz Ano Novo e para Amanda também um grande abraço que seja um Ano de grande Realizações da amiga de sempre Elsa.

  31. Elaine Mello Martins says:

    Caro Paulo Josue escrevendo em nome de minha irmã Elsa que mora em Cachoeira do Sul pois ela te escuta desde de 2009, se for possível manda um bom dia para ela um grande abraço que ela manda para você e a Amanda da amiga Elsa.

  32. oraida says:

    oi tudo bom?ja quando entrares em contato com a pessoa do brechó me da um retorno,ok?obrigado,bjs.

  33. Maria Neci says:

    Gostaria muito de consegur a musica de fundo assoviada,pois ela me traz recordaçoes muito boas,pos perdi o meu pai muito cedo,e ele era um ouvinte de carteirinha de voces…ficaria muito feliz de poder receber essa musica e colocar no meu celular…se puderem me ajudar eu agradeço desde ja. Abraços

  34. vitor says:

    ola !!!sou fa da programação
    tenho 44 anos e aprendi a gostar da radio através da minha mae
    e gostaria de fazer uma coletania para ela lembrar os velhos tempos. gostaria se possivel , que alguem me ajudasse
    qual é o nome da musica que tocava durante o programa Caiçara Confidencial nos anos 80 e 90, que tem uma parte dela um assovio .
    desde já agradeço.

« Older Comments

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *