Pequeno Engano

Quando os astros se alinham e conspiram contra o comunicador, fatos hilariantes acontecem. Foi assim com a Tuzi, no Festival de Dança de Joinville, que numa mistura de frio, distração e conhaque, acabou arrancando deliciosas gargalhadas do público.
Por Léo Saballa, de Joinville

A locutora de rádio e apresentadora de televisão, Lúcia Helena de Souza, a Tuzi, possui a voz feminina mais marcante de Joinville. Leitura firme, comunicativa, simpática, visual impecável, transformaram a Tuzi numa figura muito requisitada para apresentações de eventos.

No Festival de Dança era presença obrigatória, tanto na apresentação quanto na produção do roteiro. Ela conhecia tanto a seqüência de exibição dos grupos e suas respectivas coreografias, que raramente precisava ler as fichas. A cada grupo que se apresentava Tuzi voltava ao palco com seu vestido de gala, preto, cheio de brilhos, que realçavam mais ainda quando o canhão de luz a focalizava. Como estava uma noite muito fria, realmente gelada no ginásio de esportes, a apresentadora, se recolhia à coxia, bebia um generoso gole de conhaque e jogava um velho cobertor de lã, cinza-claro sobre os ombros.

Ainda faltavam três apresentações e a garrafa já estava quase no fim. De repente, para espanto do público e da coordenação do festival, surge na mira do canhão de luz, a apresentadora, que esqueceu de retirar o cobertor dos ombros. Quando percebeu a gafe, discretamente enrolou o pano no braço e tratou logo de anunciar a próxima atração, uma companhia de São Paulo que iria apresentar a coreografia “A Cavalgada das Walquirias”. Em vez disso, perturbada e sob o efeito do conhaque, acabou pronunciando um pouco diferente:

– “Senhoras e senhores, no palco, a cavalada das vacarias!”.

_____________________________________
Léo Saballa é radialista em Joinville

Categorias: Tags: ,

Por Léo Saballa

Radialista, publicitário e produtor cultural. Residente em Joinville/SC, atuou em diversas emissoras de rádio em Santa Catarina. Como jornalista, foi editor de Política e de Geral no jornal A Notícia de Joinville, onde é cronista no caderno AN Cidade. Léo tem prestado assessoria de imprensa para entidades filantrópicas.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *